Viaduto da UFMT recebe preparos para ser liberado para tráfego de veículos - Foto: reprodução
Viaduto da UFMT recebe preparos para ser liberado para tráfego de veículos – Foto: reprodução

O viaduto da Sefaz e o da UFMT tiveram o trânsito liberado parcialmente nesta quarta-feira (11). O viaduto da UFMT, na avenida Fernando Corrêa, é a 1ª obra do pacote do VLT a ser inaugurada.

Diferente das outras obras do modal, que são rodoferroviárias (passagem de veículos e do VLT), o elevado da Sefaz será de uso exclusivo de veículos. O VLT – que fará o eixo CPA-Aeroporto – irá passar por baixo do viaduto.

Contudo, a inauguração total do viaduto da Sefaz será realizada somente na próxima semana, como garantido pela Secopa.

Já as vias laterais e rotatórias do Viaduto da UFMT serão liberadas gradualmente assim que as obras forem finalizadas. A reportagem do AGORA MT conseguiu apurar junto a Secopa que ambas as obras irão desafogar o trânsito e melhorar consideravelmente a vida dos moradores da região do CPA e do Coxipó. “O governador Silval Barbosa adiantou a liberação destas vias pensando no bem estar da população”, declarou Maurício Guimarães, gestor da Veículo Leve sobre Trilhos.

Leia também:  Mais de 120 mulheres foram violentadas em MT nos primeiros sete meses deste ano

O viaduto da Sefaz está incluso no pacote do VLT orçado em R$ 1,477 bilhão. Ao todo, serão construídos cinco viadutos, quatro trincheiras e três pontes ao longo do trajeto do VLT, bem como será feito o reforço do canal da Prainha.

O novo modal será implantado em dois corredores estruturais do transporte coletivo e passará pelas avenidas João Ponce de Arruda e FEB (em Várzea Grande), e também pelas avenidas XV de Novembro, Tenente Coronel Duarte (Prainha), Historiador Rubens de Mendonça (avenida do CPA), Coronel Escolástico e Fernando Corrêa da Costa.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.