Mauro Vinícius Lourenço “Duda” da Silva, quinto colocado no salto em distância no Campeonato Mundial de Moscou este ano, campeão do Mundial Indoor em Istambul 2012 e finalista olímpico em Londres, recebeu nesta terça-feira 17 o prêmio de Melhor Atleta de 2013 do Atletismo brasileiro. A cerimônia do Prêmio Brasil Olímpico, organizada pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB), foi realizada em São Paulo.

“Fiquei feliz e surpreso quando fui informado”, lembra o atleta nascido em Presidente Prudente e que mora e treina em São José do Rio Preto, cidades do interior de São Paulo. “A dedicação e o empenho nos treinos e competições sempre valem muito a pena”, completou Duda, treinador por Aristides Junqueira e que compete pela BM&FBovespa, de São Caetano do Sul (SP).

Leia também:  União, mesmo com derrota, avança e joga de novo contra o Dom Bosco

Torben e o Troféu Adhemar Ferreira da Silva – Na cerimônia, o velejador Torben Grael recebeu o Troféu Adhemar Ferreira da Silva. O troféu é dedicado a atletas que mantêm o legado deixado por Adhemar, o primeiro bicampeão olímpico do Brasil, ganhador do salto triplo nos Jogos de Helsinque 1952 e Melbourne 1956. “Estou muito feliz em receber esse prêmio, porque Adhemar sempre foi um farol para os atletas brasileiros”, disse Torben, o maior ganhador de medalhas olímpicas do Brasil.

Já a nadadora Poliana Okimoto e o velejador Jorge Zarif foram eleitos os melhores do esporte olímpico brasileiro em 2013, após votação feita por um colégio eleitoral e o público, via Internet. Na disputa pelos títulos estavam ainda Rafaela Silva (judô), Yane Marques (pentatlo moderno), no feminino, e Arthur Zanetti (ginástica artística) e Cesar Cielo (natação), no masculino.

Leia também:  Acontece nesse final de semana 1º Torneio de Férias de Vôlei no Ginásio Municipal de Jaciara

Os 50 anos do PAN de São Paulo 1963 – No início da solenidade, foram homenageados os participantes do PAN 1963, realizado há 50 anos em São Paulo. Naqueles jogos, o Atletismo deu ao País duas medalhas de prata e seis de bronze. Ganharam prata Sebastião Mendes (3.000 m com obstáculos) e Iris Gonçalves dos Santos (salto em distância).

Ganharam bronze: Walter Gaertner de Almeida (lançamento do dardo), Iris Gonçalves dos Santos (lançamento do dardo), Roberto ChapChap (Lançamento do martelo), Mário Antunes Gomes (salto triplo), revezamento feminino 4×100 m (Ignes Pimenta, Leontina Santos, Érica Lopes e Edir Barbosa), e Wanda dos Santos (80 m com barreiras) – Wanda integra o Conselho Fiscal da CBAt, atualmente.

Leia também:  Luverdense fica no empate com o Paraná

Compareceram à cerimônia, entre outras autoridades, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, e o presidente do COB, Carlos Arthur Nuzman. A CBAt foi representada pelo presidente José Antonio Martins Fernandes, o vice-presidente Warlindo Carneiro da Silva Filho e a diretora de projetos, Fátima Ferreira.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.