A exportação do algodão segue em queda no Mato Grosso. O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) aponta no último boletim da pluma, o envio de 315,3 mil toneladas ao mercado exterior entre janeiro e novembro, movimentado cerca de US$ 615,1 mil. A baixa de 34,5% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram embarcadas 482 mil toneladas, que somaram US$ 948,2 mil.

O levantamento do Imea aponta que a Indonésia foi principal comprador do algodão mato-grossense, negociando cerca de 58,8 mil toneladas. Em seguida vem a Coréia do Sul, com 58,6 mil toneladas e posteriormente  a Chica, com 48,6 mil toneladas. O Paquistão somou aproximadamente 20 mil toneladas e a Tailândia cerca de 15,2 mil toneladas.

Leia também:  Rondonópolis gera mais emprego que Cuiabá no 1º semestre

O estudo mostra que o principal porto de escoamento do algodão produzido em Mato Grosso foi o de Santos (SP), por onde passaram 199,5 mil toneladas. Em seguida apareceu o de Paranaguá (PR) com 83,7 mil toneladas e posteriormente o de Foz do Iguaçu (PR), com 2,7 mil toneladas.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.