Dono do melhor desempenho nas cinco etapas da fase de classificação, o Flamengo ganhou o direito de sediar a fase final da Liga de Desenvolvimento de Basquete, que será realizada de quinta à próxima segunda-feira, no ginásio da Gávea, no Rio de Janeiro. O time dirigido pelo técnico Paulo Chupeta, que terá os reforços de Gegê, Diego, Chupeta e Cristiano Felício, jogadores que já disputam o NBB, é o favorito para ficar com uma das duas vagas do grupo B – que conta ainda com Pinheiros, São José e o atual campeão Bauru – nas semifinais. No Grupo C, o favoritismo é do Minas Tênis, dono do melhor ataque, da melhor defesa e da segunda melhor campanha na fase de classificação. Basquete Cearense, Brasília e Ginástico completam a chave.

De acordo com o regulamento da LDB 2013, as duas equipes com melhor campanha de cada chave se classificarão às semifinais. Após seis meses de competição e 280 jogos na fase eliminatória, os dois vencedores farão a grande decisão na próxima segunda, às 21 horas (de Brasília). O SporTV transmite a partida ao vivo.

Leia também:  Luve perde e está de volta à Zona da Degola

Campeão das primeiras edições do NBB e do LDB pelo Flamengo, o técnico rubro-negro Paulo Chupeta enaltece a qualidade de sua equipe, mas rechaça qualquer tipo de favoritismo e aposta numa fase final muito equilibrada.

– Com nossa equipe completa somos um dos candidatos ao título. Em 2011, quando ganhamos a LDB, nosso time não era favorito, mas fez um grande trabalho. Agora, contamos com sete jogadores que também fazem parte do time adulto e atuaremos ao lado do nosso torcedor.

Basquete é um jogo decidido no detalhe, ainda mais em uma competição como essa, então temos que estar atentos desde o início do primeiro jogo. A LDB está em seu terceiro ano e a qualidade está aumentando muito. Esta fase final contará com oito equipes muito fortes, todas dom totais chances de ficar com o título – disse o técnico Paulo Chupeta.

Leia também:  União faz resultado e fica com título no sub-19

Outro time que aparece como forte candidato ao título conhece muito bem o sabor dessa conquista. Além dos reforços do “veteranos” Ricardo Fischer e Gui Deodato, campeões em 2012, o técnico Hudson Previdelo contará ainda com as promessas Gustavo Scaglia, Kesley e Radamés.

– Nosso time com as presenças do Ricardo e do Gui fica bastante competitivo e com chances reais de brigar pelas primeiras posições da competição. Sabemos que é uma fase muito difícil e que todos têm chances, mas com a qualidade e liderança dos dois, vamos brigar por uma das vagas entre os quatro melhores do Brasil que é o nosso objetivo – aposta Hudson.

Dono da segunda melhor campanha, do melhor ataque (79,8 pontos por jogo) e da melhor defesa (55,7 pontos sofridos) da fase de classificação, o Minas entra ha fase final em alta e como principal candidato a uma das duas vagas nas semifinais do grupo C. Assim como o Flamengo, a equipe mineira contará com vários atletas que têm sido utilizados pelo argentino Carlos Romano no NBB, como Coelho, Siqueira, Rafa Moreira e Léo Demétrio.

Leia também:  União e Cuiabá ficam no empate Luthero

– O clima é o melhor possível. Estamos muito motivados e confiantes, mas com humildade e os pés no chão. Estamos em busca do nosso objetivo, do nosso lugar ao sol. Esse é o nosso pensamento. Com certeza ajuda muito o fato de muitos jogadores estarem atuando com frequência no NBB, pois ganhamos mais experiência jogando um jogo ainda mais duro com o adulto. Isso vai nos ajudar bastante na LDB.

Vamos tenta levar para essa fase final o melhor dos minutos que estamos tendo no NBB – afirmou o ala Rafa Moreira.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.