O ganhador de um prêmio da Mega-Sena de R$ 7,8 milhões e o irmão dele foram sequestrados na tarde de segunda-feira (23), no bairro Continental, em Guarulhos, na Grande São Paulo. A Polícia Civil estourou o cativeiro na madrugada desta terça-feira (24). Houve troca de tiros. Um suspeito morreu e outro foi preso.

A Polícia Civil contou que os irmãos, que são baianos, preparavam-se para viajar para o estado onde nasceram de carro nesta terça-feira quando foram surpreendidos pelos sequestradores.

O pedreiro baiano, de 43 anos, que ganhou o prêmio há cerca de 3 meses, tinha R$ 5 mil em casa. Ele passou no banco e sacou mais R$ 5 mil. Aproximadamente meia hora depois, a casa dele foi invadida por um casal armado. As duas vítimas foram amarradas e amordaçadas.

Leia também:  Dois são presos e um menor de 13 anos apreendido por tráfico de drogas

Primeiramente, os irmãos foram levados no carro dos criminosos para um cativeiro em Mairiporã, na Grande São Paulo. Por volta das 20h, eles foram transferidos para o cativeiro na Avenida Pedro de Souza Lopes, na Vila Galvão, também em Guarulhos.

Na madrugada desta terça-feira, policiais do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), que já investigavam uma quadrilha especializada em arrecadar dinheiro para uma facção criminosa, encontrou o cativeiro. O grupo, que era investigado havia cerca de 60 dias, fazia roubos de carga e roubo a banco.

Para o delegado Antonio de Olim, o sequestro teria um fim trágico pois as vítimas não tinham parentes em São Paulo que pudessem notar o desaparecimento deles. “Além da tortura psicológica, iam segurá-los no cativeiro o tempo que fosse preciso e tirar todo o dinheiro das três contas. Acho que o fim seria trágico, iriam dar um fim neles”, disse .

Leia também:  Idoso de 79 anos é morto com tiro no rosto e filha é baleada durante tentativa de assalto

Na troca de tiros, um suspeito ficou ferido. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. O outro foi levado para a sede do Deic.

No cativeiro, a polícia apreendeu duas armas – uma pistola .40 e revólver calibre 32 – e 1kg de cocaína. O suspeito morto, um feirante de 25 anos, tinha passagens por roubo e homicídio, segundo a Polícia Civil. Já o detido de 23 anos também tem passagem por roubo.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.