Viaduto da UFMT - Foto: Edson Rodrigues/Secopa
Viaduto da UFMT – Foto: Edson Rodrigues/Secopa

O Governo de Mato Grosso inaugura nesta quarta-feira (11), às 19h30, o viaduto da UFMT, batizado como Jornalista Clóvis Roberto. O evento contará com a participação do governador Silval Barbosa, do secretário da Secopa, Maurício Guimarães, e do prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes, entre outras autoridades.

A estrutura integra o conjunto de obras do escopo para implantação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) nas duas maiores cidades de Mato Grosso. Foi projetado e executado pelo Consórcio VLT Cuiabá-Várzea Grande, formado pelas construtoras CR Almeida e Santa Bárbara, as projetistas Astep e Magna e a CAF Brasil, responsável pelo fornecimento do material rodante (VLTs e sinalização ferroviária).

Após a liberação do viaduto, quem trafega no sentido Coxipó-Centro e Centro-Coxipó conseguirá reduzir o tempo do percurso, chegando mais facilmente ao seu destino. Segundo estimativa da Secretaria Extraordinária da Copa do Mundo (Secopa), antes da implantação da rota alternativa para a execução das obras, passavam pelo local cerca de sete mil veículos por hora, no horário de pico.

Leia também:  Policial baleado em resgate de empresária sequestrada passa por cirurgia

Como a inauguração prevê somente a liberação do fluxo sobre o viaduto, os motoristas que precisam chegar aos estabelecimentos comerciais e residências do entorno, além do campus da UFMT, terão que continuar percorrendo a rota alternativa sugerida pelo Consórcio VLT.

Isso porque as pistas marginais do viaduto, bem como a rotatória sob o elevado, serão construídas de forma integrada à execução da Avenida Parque do Barbado, que dará acesso à Universidade e conduzirá à Av. Jornalista Archimedes Pereira Lima (Estrada do Moinho).

ROTA

A equipe de Engenharia de Tráfego fez um estudo minucioso do trânsito e promoveu algumas adequações, principalmente para quem sai da Universidade. Na saída do desvio que entrará em funcionamento já na noite de quarta-feira (11.12), ao entrar na Avenida Fernando Corrêa da Costa, as duas faixas de rolamento serão divididas, sendo que uma vai conduzir o motorista para a Avenida Tancredo Neves (onde fará a rota implantada hoje para retornar ao Centro, ou seguir para Várzea Grande) e a outra para o Coxipó.

Leia também:  Em 45 dias foi apreendida cerca de 1 tonelada de pescado irregular

Para quem passa sobre o viaduto no sentido Coxipó-Centro, o acesso ao shopping Três Américas continuará sendo pela rua Haiti, no bairro Jardim das Américas. Já para quem deseja ter acesso à Tancredo Neves, é necessário seguir a rota alternativa, passando também pelas ruas Buenos Aires e Cidade do México, cruzar a Fernando Corrêa, seguir em frente e entrar à direita nas ruas Governador Garcia Neto, Coronel João Lourenço e avenida Tancredo Neves.

Quem dirige na Tancredo Neves, no sentido Várzea Grande-Coxipó, poderá seguir até a av. Fernando Corrêa, virar à direita e passar pela pista lateral do viaduto para seguir em direção à região do Coxipó.

Já no sentido oposto, do Centro para o Coxipó, o acesso à av. Tancredo Neves, passando em frente ao supermercado Comper, próximo ao viaduto, também estará liberado. No entanto, não conseguirá continuar pela pista marginal, por causa da saída dos veículos da UFMT.

Leia também:  Seges alerta servidores para fim do recadastramento

Para quem trafega do Centro e quer chegar à universidade, a opção é entrar na rua Governador Garcia Neto e fazer todas a rota alternativa até chegar à UFMT ou passar sobre o viaduto e fazer o retorno no 9° BEC. A entrada da universidade não sofre alteração e será feita pela pista lateral ao viaduto.

VIADUTO

As obras do viaduto rodoferroviário da UFMT começaram em outubro do ano passado. O elevado tem 428 metros e foi construído sobre os entroncamentos das avenidas Brasília, Tancredo Neves e a via de acesso ao campus da UFMT. É constituído de duas faixas de circulação por sentido para o tráfego geral e a via permanente do VLT. Sob o viaduto haverá pistas marginais e uma rotatória para acesso às avenidas adjacentes.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.