Os fabricantes de material de construção preveem nível de vendas regular em dezembro segundo aponta a pesquisa termômetro mensal da Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat). Apenas 5% dos empresários consultados acreditam que os negócios serão muito bons. Para 46%, o resultado será bom; para 37% regular e para 12% ruim.

Na sondagem sobre a percepção do setor, o mês de novembro foi considerado muito bom por 15% dos entrevistados. Quase a metade 44% classificaram o período como bom para as vendas; 37% avaliaram que o desempenho foi regular e o 4% restantes ficaram divididos entre a qualificação de ruim e muito ruim.

Segundo a pesquisa o setor ficou mais cauteloso em comparação a outubro,  já que houve queda de nove pontos percentuais no universo dos que planejam investimentos nos próximos 12 meses. Esta meta foi apontada por 62% dos consultados, o que significa uma redução de 14 pontos percentuais em relação a igual mês de 2012.

Leia também:  Gás de cozinha tem novo reajuste e deve ficar mais caro

Quanto às expectativas sobre eventuais medidas que poderiam ser tomadas para o crescimento do setor no médio prazo, mais da metade 65%  se manifestaram indiferentes.

Por meio de nota o presidente da Abramat, Walter Cover justificou que este ceticismo se deve às previsões de um baixo crescimento do Produto Interno Bruto que á soma das riquezas geradas no país para 2014 e de manutenção de alta na taxa básica de juros, a Selic. O executivo, no entanto, alertou que “o quadro pode se alterar se o governo for bem sucedido nos próximos leilões relacionados à infraestrutura e a inflação permitir algum alívio na alta dos juros”.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.