Dois mil e treze deve encerrar como um ano de recuperação para a suinocultura de Mato Grosso. Após dois anos de prejuízos e enfrentar uma crise, provocada pela não equiparidade entre os custos de produção e os ganhos na atividade, o setor respira mais aliviado diante da melhora nos preços. A avaliação é do presidente da associação que congrega os criadores do Estado (Acrismat), Paulo Lucion.

“O suinocultor ainda está refletindo sobre os efeitos da crise para planejar seus próximos passos, mas os resultados deste ano são positivos embora não saibamos quanto tempo será necessário para recuperar o que foi perdido”, disse ao G1.

De acordo com o representante, a reação na cotação do suíno foi favorecida pela menor oferta de animais para os frigoríficos. Isto porque criadores precisaram aumentar o percentual de matrizes enviadas às indústrias.

Leia também:  Reconstrução da Estrada da Guia será lançada no sábado (16.09)

“Na crise o Estado reduziu pelo menos 9 mil matrizes”, diz Paulo Lucion. De acordo com a Associação dos Criadores (Acrismat), atualmente são observados no estado patamares de R$ 3,25 para a cotação/kg do exemplar, com despesas de R$ 2,50.

Na fase crítica, a mesma relação valia R$ 1,34 para R$ 2, respectivamente. A reação é explicada pela lei da oferta e demanda.

“É um fim de ano promissor com margem para o suinocultor”, avaliou ainda o presidente da Acrismat.

A Associação fala ainda em perdas na ordem de R$ 400 milhões ao ano em um ano de crise. O montante leva em conta a despesa operacional, o custo de produção. “O suinocultor está planejando seus próximos passos e também se profissionalizando. Aprendemos com as crises e buscamos novas oportunidades”, finalizou Lucion.

Leia também:  Corte de árvores garante mais segurança nas rodovias

Veto ao Preço Mínimo

Uma das grandes apostas do setor para 2013 não se concretizou. A expectativa de incluir a carne suína na lista dos produtos amparados pela Política de Garantia de Preços Mínimos (PGPM) foi frustrada após a presidente Dilma Rousseff (PT) vetar o projeto.

Seria uma tentativa de assegurar mecanismos de proteção para a carne, praticados especialmente em épocas de crise.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.