Uma quadrilha que vinha aterrorizando a população rondonopolitana, foi desarticulada pela Polícia Judiciária Civil (PJC). No total foram presas quatro pessoas, sendo duas mulheres. A polícia acredita que a quadrilha deva ter praticado vários roubos e furtos pela cidade, devido a grande quantidade de material recuperado.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Lucídio Rondon, a detenção deles aconteceu durante um cerco na tarde de ontem (11), realizado pela PJC no pedágio da MT-130.

“Após algumas denúncias começamos a monitorar e descobrimos que eles estavam prontos para fugir. Colocamos várias equipes nas saídas da cidade”, lembra o delegado.

Conforme Lucídio, no momento da prisão os suspeitos não esboçaram fuga, devido a situação em que eles se encontravam, porém os dois homens estavam armados com uma pistola calibre 380, com três pentes carregados, além disso, eles portavam um rádio que pegava a frequência da Polícia Civil e Militar.

Leia também:  Barra do Bugres | Corpo de adolescente que se afogou em rio é encontrado pelos Bombeiros

Os envolvidos foram identificados como, Kliuton Dias de Oliveira, Wambastther Olliom Bispo Moreira, 20 anos, Antidia Tatiane Moura Ribeiro, 29 anos, Leticia Medina Brandão, 19 anos. Os dois homens já foram reconhecidos por seis pessoas.

Além das armas e do rádio comunicador, foram apreendidos quatro notebooks, diversos celulares, uma câmera fotográfica, muitas joias e semi joias, maconha, um televisor, quatro pares de tênis, cabelos de aplique, entre outros objetos.

Durante a apresentação dos suspeitos a imprensa na manhã de hoje (13), algumas vítimas contaram sobre os roubos e como a quadrilha agia. Em um caso, o bando aproveitou um momento de distração para entrar em uma residência onde 11 pessoas estavam, em outra situação, a vítima, uma mulher, teve dois dentes quebrados com o soco dado por um dos suspeitos que roubaram a bolsa dela.

Leia também:  Quadrilha armada aterroriza família durante assalto em residência

O próximo passo segundo o delegado é interrogar os suspeitos. Eles serão autuados em flagrante por tráfico de drogas, receptação, roubo, porte ilegal de arma e dirigir veículo sem carteira de habilitação, sem direito a fiança.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.