Os imóveis abandonados tem sido um problema em qualquer região de Rondonópolis. A falta de isolamento facilita a entrada de usuários de drogas e mendigos, além disso, restos de materiais podem favorecer na proliferação de doenças do tipo Dengue ou Leishmaniose.

Contudo, um posto esquecido, localizado no quadrilátero central de Rondonópolis, tem incomodado pedestres e comércios vizinhos.

Um empresário de uma loja próxima, que preferiu não se identificar, contou a reportagem do Site AGORA MT que na parte diurna o posto tem servido de estacionamento, mas a noite o cenário é diferente.

“À noite as pessoas mal intencionadas fazem a festa, usam entorpecentes e por ai vai. Todos ficam com receio de passar por lá, acho que alguma coisa tem que ser feita”, lembra o empresário.

Leia também:  Cerrado Fuzz Festival é neste sábado na Chácara Mocó com apresentação de 5 bandas

As denúncias do empresário se confirmam, já que durante a visita feita pela reportagem foi possível encontrar nas dependências do posto, um andarilho, sujeira, rastros de que usuários de drogas passam pelo local, além de fezes que faz o odor do lugar ficar insuportável.

OUTRO LADO

O proprietário do imóvel não foi encontrado pela reportagem, porém em contato com a Prefeitura Municipal de Rondonópolis, a assessoria de imprensa informou como é feita a fiscalização e qual procedimento tomado ao dono do imóvel.

Segundo o fiscal de obras e postura da prefeitura, Jonas Pereira, a 1ª ação legal do Poder Público, assim que configura um terreno ou imóvel em condições de abandono, seja por meio de denúncia ou fruto de uma fiscalização, é feita uma notificação para que o responsável pelo imóvel justifique o fato.

Leia também:  União de forças garante inserção social de catadores

Se após 15 dias, ninguém se apresentar, é publicado em edital a notificação em três oportunidades e ainda persistindo o abandono, o fiscal pode autuar o imóvel com a multa única que hoje está em torno de R$ 1,8 mil, podendo dobrar em uma 2ª notificação.

Ainda conforme Jonas, após as infrações chegar ao valor do terreno, o gestor municipal tem a opção legal de requerer o imóvel como bem público como forma de pagamento.

 

*Essa matéria foi uma sugestão de um internauta que veio por meio do aplicativo de celular WhatsApp. O número para ser enviado é (66) 8137-1114 ou pelo e-mail [email protected]

 

LEIA TAMBÉM – Imóveis públicos abandonados pela Prefeitura contribuem para proliferação de doenças

Leia também:  Dia sem imposto vende etanol a R$ 1,95 em Rondonópolis

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.