A ONU advertiu nesta segunda-feira (16) que o número de refugiados sírios no Oriente Médio deve quase se duplicar em 2014 e atingir 4,1 milhões de pessoas.

Eles vão estar distribuídos principalmente entre Líbano, Jordânia, Turquia, Iraque e Egito.

Outras 9,3 milhões de pessoas precisarão de ajuda até o fim do próximo ano no país em guerra, onde há milhões de deslocados, segundo o Escritório para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA) da ONU.

Atualmente, há cerca de 2,4 milhões de refugiados por conta da guerra civil síria, segundo a ONU.

No início de setembro, o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) anunciou que o número de refugiados sírios superava dois milhões, recordando que eram 230.671 um ano antes.

Leia também:  Vítimas de atentado em Barcelona aumentam chegando a 100 feridos e 13 mortos

A marca de dois milhões era constituída por sirios registrados como refugiados ou em processo de obter o status.

No fim de agosto, a população refugiada chegava a 110 mil no Egito, 168 mil no Iraque, 515 mil na Jordânia, 716 mil no Líbano e 460 mil na Turquia.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.