O deputado estadual José Riva (PSD), uma das maiores lideranças políticas de Mato Grosso, falou em entrevista sobre os projetos que tem apresentado voltados para fomentar o crescimento socioeconômico do Estado, e os problemas que tem enfrentado, principalmente em Brasília, para aprová-los.

Seu principal projeto, a Ferrovia MT/PA, resolveria o problema de logística e impulsionaria a produção agrícola na região, argumenta Riva. “A proposta é que seja construída uma ferrovia com 1,8 mil quilômetros interligando as cidades de Água Boa, em Mato Grosso, e Barcarena, no noroeste do Pará, podendo chegar até Marabá”, explica Riva.

No início de dezembro, Riva aproveitou a presença do Conselheiro Comercial da Embaixada da China no Brasil, Wang Qingyuan, que veio participar do 1º Seminário Cenários Estratégicos de Mato Grosso, para entregar em mãos o projeto da ferrovia.

Leia também:  Comissão proíbe cobrança por cancelamento de hospedagem

“Os chineses tem interesse em formalizar um acordo, mas falta interesse de Brasília; em conversa que mantive com a presidenta Dilma Rousseff (PT) ela deixou claro que teme ‘uma monopolização’ da infraestrutura brasileira por empresas chinesas e americanas”, declarou Riva.

Riva rebateu dizendo que quem pratica monopólio neste setor é a empresa América Latina Logística (ALL). “No setor de infraestrutura ferroviário quem tem o monopólio é a ALL”, asseverou.

O parlamentar acredita que a parceria seria interessante inclusive em função da proximidade comercial dos dois países, visto que os chineses são os principais importadores dos produtos brasileiros, entre eles os grãos amplamente produzidos em Mato Grosso.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.