A 37ª rodada do Campeonato Brasileiro foi sinônimo de alívio especialmente para Portuguesa, Bahia e Coritiba, e de desespero para Vasco e principalmente Fluminense, que assim como o coirmão carioca já não depende mais de si para seguir na elite nacional. O risco de ambos serem rebaixados é de 43,5%, sendo certo que um deles estará na Segundona em 2014. Entre as duas possibilidades possíveis – a de somente um cair ou os dois caírem -, o mais provável é que um clube carioca escape da degola, mas esse percentual não é tão alto assim: são 56,5% de chances de um dos times do Rio escapar. Os cálculos são do matemático Oswald de Souza.

Leia também:  Brasil joga primeira partida do Grand Prix em Cuiabá

Individualmente, o Fluminense, que empatou com o Atlético-MG no sábado, tem 80% de risco de rebaixamento, enquanto o Vasco, que venceu o Náutico neste domingo, tem 63%. O Coritiba precisa somente de uma vitória sobre o São Paulo na última rodada para escapar, mas, ainda assim, seu risco é de 47%. Com a vitória neste domingo sobre o Tricolor paulista, o Criciúma encaminhou a salvação, reduzindo seu risco para 9,5%. Precisa somente de um empate na próxima rodada para ficar na Série A e, mesmo se perder para o Botafogo, só cai se Vasco e Coritiba vencerem seus jogos. Apesar de existir uma combinação de resultados que levaria a Lusa à Série B, Oswald de Souza considera matematicamente desprezível o risco de rebaixamento da Portuguesa.

Leia também:  Derrota diante do Dom Bosco gerou prejuízo financeiro ao União

Por pontos, quem somar 47 tem somente 5% de risco de cair para a Série B. Com 46, o percentual sobe para 42%. Quem tiver 45 pontos no fim do Brasileiro tem 81% de risco de estar rebaixado.

Os cálculos das probabilidades são do matemático Oswald de Souza (Foto: arte esporte)
Os cálculos das probabilidades são do matemático Oswald de Souza (Foto: arte esporte)

Probabilidades para vaga na Libertadores

Com o título decidido, no bloco de cima a briga é pela Libertadores. E o Botafogo se complicou ao terminar a rodada fora do G-4 com a derrota para o Coritiba. No próximo domingo enfrentará o Criciúma, precisando vencer e secar rivais para se classificar: a chance é de 47%. Os únicos garantidos no torneio continental são Cruzeiro e Grêmio. O Atlético-PR, que pega o desesperado Vasco na última rodada, tem 86% de chance de estar na Libertadores e o Goiás, o quarto colocado, aparece com 61%. Com chances mais remotas, o Vitória tem 6%.

Leia também:  Atleta rondonopolitana é ouro no salto em altura

Por pontos, quem somar 62 está garantido na Libertadores. Quem terminar o campeonato com 61 pontos tem 60%. Com 60 pontos, a chance de classificação cai para 28% e, com 59 pontos, a possibilidade de disputar o torneio é de somente 5%.

Os cálculos de Oswald de Souza consideram que os quatro primeiros colocados do Brasileirão vão se classificar para Libertadores. Há a possibilidade, porém, de apenas o três primeiros se garantirem na competição continental. É o caso de a Ponte Preta se sagrar campeã da Copa Sul-Americana (faz a final contra o Lanús, da Argentina).

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.