Há muito que não se via a política mato-grossense ‘pegando fogo’. Na capital se experimenta por esses dias um escândalo que tem envolvido os principais personagens políticos de Cuiabá.

Na tentativa de desviar a atenção da opinião pública e da imprensa de seu afilhado político, o presidente afastado da Câmara de Vereadores João Emanuel (PSD), o deputado estadual José Riva, também do PSD, adotou a tática de ‘a melhor defesa é o ataque’.

O ex-presidente da Assembleia Legislativa começou a dizer á imprensa de Cuiabá que as denúncias que recaem sobre seu protegido político são uma armação do prefeito Mauro Mendes (PSB).

Mauro e Riva se enfrentaram para ver quem conseguiria colocar um aliado na presidência da Câmara. Mauro perdeu a queda de braço e o deputado estadual colocou o marido de sua filha, João Emanuel Moreira Lima na presidência.

Leia também:  Sem alternativa

Vê-se hoje em uma situação muito delicada, tendo que colocar-se dentro de um escândalo que pode envolver seu nome em coisa pior.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.