Conheça as obras selecionadas e premiadas para o Salão de Arte de Mato Grosso 2013, que abre exposição no dia 19 de dezembro, ás 19h, no Pavilhão das Artes, no Palácio da Instrução, da Secretaria de Estado de Cultura de Mato Grosso. A mostra traz uma composição de obras nas categorias de Pintura, Fotografia, Objeto, Vídeo-arte, Arte digital, Escultura e Instalação por artistas de 13 municípios, até o dia 21 de fevereiro de 2014.

A entrada é gratuita e o período de visitação será das 13h às 19h. O Salão de Arte de Mato Grosso é uma das mais importantes ações culturais do Estado realizada pela SEC-MT, por meio da Coordenadoria de Intercâmbio Cultural e a Gerência de Artes Visuais.

Foi pelo Salão, antes conhecido como “Jovem Arte Matogrossense”, que surgiram várias gerações de artistas, hoje com projeção nacional e internacional. Por isso o valor dessa mostra cultural na área das Artes Visuais é relevante, pois oportuniza revelar artistas e reunir a produção artística de todo o Mato Grosso em uma Mostra Coletiva.

Leia também:  Maiara que faz dupla com Maraísa é atropelada em GO por motorista que mexia no celular

Esta edição reuniu 88 artistas inscritos, que, para surpresa da SEC-MT, superou o número de inscrições da edição de 2007. São artistas vindos dos municípios de Cuiabá, Rondonópolis, Várzea Grande, Barra do Garças, Barra do Bugres, Sinop, Colíder, Itiquira, Nova Mutum, Santo Antônio de Leverger, Chapada dos Guimarães, Nobres e Nortelândia.

É um evento que atinge toda a classe artística na linguagem das artes visuais, atraindo ainda toda a comunidade para conhecer e apreciar a produção nos diversos estilos da arte atual no Estado.

“Aproveitamos a ocasião para homenagear João Pedro de Arruda, artista do mundo fixado em Cuiabá, que, de acordo com a crítica Aline Figueiredo, foi o primeiro pintor a se profissionalizar em Mato Grosso. Mato Grosso e o mundo perderam João Pedro de Arruda, mas sua obra é o testemunho de uma vida entregue à arte”, destacou a secretária da SEC-MT, Janete Gomes Riva.

Leia também:  Freddi e Andrade "A nossa dupla começou quando viram em nós, talento que não víamos"

Segundo a secretária, em 2013, momentos especiais foram vividos: a sociedade repensa a cidade que quer para si; as pessoas se manifestam com liberdade.

“Vemos a quebra de paradigmas e o avanço para um futuro ansiado. Esta exposição não deixa de ser um resumo do trajeto mato-grossense por dias tão especiais, por olhares aguçados, por vozes que se expandem. Esta exposição confirma que a arte existe para melhorar a realidade, para provocar mudanças e diálogos que nos tornarão sempre melhores”, pontua Janete Riva.

Serão apresentadas obras de 20 artistas, dos quais cinco levam o prêmio aquisição, sendo dois na categoria de Pintura, com Almira Reuter e Valques Rodrigues, na de Fotografia com Marcus Vinicio Machado, na de Objeto, Djalma Alves dos Santos, na de Vídeo-arte com João Carlos Manteufel.

Leia também:  Chitãozinho e Xororó anunciam DVD com Anavitória, Marília Mendonça

Pintura – Foram nove os selecionados nesta categoria e dois premiados:

Sendo seis de Cuiabá, foram selecionados na categoria de pintura Adão Silva Segundo, o Babu 78, com as obras “Aos pedaços” e “Lamina”; Almira Reuter de Miranda com uma obra selecionada, de título “Inicio de Brasília Construção Congresso nacional; Linalva Alves de Souza, com duas pinturas selecionadas, que levam o título “Siriri I” e “Siriri II”; Odete Venâncio conquistou duas pinturas selecionadas, com os títulos “Espírito de prostituição I” e “Espírito de prostituição II”;

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.