Uma frase perdida no meio de outras, em mais uma entrevista na vida de Diego Tardelli, explica bem como é a relação entre ele e a torcida do Atlético-MG:

– Sei o carinho que as pessoas têm por mim, e elas sabem o que tenho por elas. É por isso a cada dia sou mais amado por essa torcida.

A conquista da Libertadores fez nascer uma nova onda de carinho dos atleticanos por jogadores chegados há pouco tempo no clube – casos de Victor, Réver, Ronaldinho Gaúcho, Jô. Mas Diego Tardelli já traz essa idolatria de outros tempos.

Ele chega ao Mundial de Clubes para viver uma experiência definitiva em sua carreira e histórica na vida do clube que defende. E se assume como um representante da torcida dentro de campo, ciente do peso que isso gera.

Leia também:  Pesso chega e começa a montar o União

– É uma responsabilidade muito grande. Temos um elenco muito forte, de jogadores com grandes nomes, e sei como é essa identificação que tenho com a torcida. É algo a que estou acostumado. Tento retribuir isso com gols, jogadas bonitas, títulos. Vou em busca de mais um sonho.

Sonho mesmo. Mas de sonhar acordado. Tardelli fica imaginando tudo que pode acontecer no Mundial. Pensa nos gols que pode marcar, nas jogadas que pode fazer. Mentalmente, desenha cada situação. E prevê como será um eventual retorno de campeão a Belo Horizonte.

– Já passa um filme dos primeiros jogos. Eu me imagino marcando gols, com imagens positivas, cenas felizes. Terminei o ano muito bem, então estou nessa expectativa. E depois imagino voltar para Belo Horizonte e encontrar aquela torcida toda.

Leia também:  1º Campeonato de Futebol Amador está com inscrições abertas até segunda

Boas atuações, gols e o título mundial pelo Atlético podem ter um significado extra para Diego Tardelli. Ele ainda sonha com a Copa do Mundo, mesmo que não venha sendo chamado por Luiz Felipe Scolari. E acredita que seu trampolim pode estar no Marrocos.

– É uma baita de uma vitrine. Se eu fizer uma boa campanha, se jogar bem, for campeão, a expectativa vai aumentar mais ainda. É um sonho a Copa do Mundo. Mas meu foco agora é o Mundial de Clubes.

Diego Tardelli irá a campo pelo Atlético em Marrakesh no próximo dia 18. O adversário do Galo nas semifinais sairá do vencedor do duelo entre o Monterrey, do México, e o ganhador da partida prévia entre o Raja Casablanca, do Marrocos, e o Auckland City, da Nova Zelândia, que se enfrentam às 17h30m desta quarta-feira – com acompanhamento em Tempo Real pelo GloboEsporte.com.

Leia também:  Falso treinador é preso por pedofilia após prometer vaga em time em troca de 'nudes'
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.