Maior medalhista da história olímpica brasileira, o velejador Torben Grael será homenageado pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB), na cerimônia do Prêmio Brasil Olímpico 2013.

Torben receberá o Troféu Adhemar Ferreira da Silva. O troféu é dedicado a atletas que mantêm o legado deixado por Adhemar, o primeiro bicampeão olímpico do Brasil, ganhador do salto triplo nos Jogos de Helsinque 1952 e Melbourne 1956.

O velejador recebeu o prêmio por ser considerado um exemplo de conduta ética e profissionalismo. A principal festa de premiação do esporte nacional acontece no dia 17 de dezembro, em São Paulo.

“Recebi a notícia do Troféu Adhemar Ferreira da Silva com muita satisfação. É um reconhecimento por uma vida dedicada à vela e ao esporte. O fato de não ser uma homenagem destinada apenas aos feitos esportivos também é motivo de orgulho”, afirmou Torben.

Leia também:  União tem desafio diante do Luverdense em Lucas

Torben é detentor de cinco medalhas olímpicas: ouro em Atlanta 96 e Atenas 2004, prata em Los Angeles 84, e bronze em Seul 88 e Sydney 2000. Aos 53 anos, Torben é o treinador-chefe da Seleção Olímpica de Vela, cargo pelo qual foi contratado pelo COB.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.