O número de participantes ativos do Sistema de Consórcios apontou novo recorde em outubro ao ultrapassar 5,63 milhões. Esse total é o dobro do verificado em 2000, quando somou 2,81 milhões de consorciados. De forma constante, o crescimento se consolidou ficando os setores com as seguintes participações: veículos automotores, 86,8%, que, com sua totalidade subdividida, apresenta 49% em motocicletas, 46,6% em veículos leves e 4,4% em veículos pesados; tendo ainda os imóveis com 12,3%; eletroeletrônicos e outros bens duráveis com 0,6% e serviços com 0,3%.

Os consórcios também apontaram expansão nas vendas de novas cotas e nas contemplações. Enquanto as novas adesões acumularam 2,09 milhões nos dez primeiros meses de 2013, com viés de alta sobre as anteriores 2,08 milhões do ano passado, as contemplações aumentaram 3% e saltaram de 1,01 milhão (jan-out/2012) para 1,04 milhão (jan-out/2013), no mesmo período.

Leia também:  PIS/Pasep: saque antecipado para idosos começa em 19 de outubro

Paralelamente, a exemplo do que já vem ocorrendo ultimamente, os consorciados cresceram 10,4%, chegando à marca histórica de 5,63 milhões (outubro/2013) superando os 5,10 milhões atingidos no mesmo mês de 2012.

Com 2013 quase findando, Paulo Roberto Rossi, presidente executivo da ABAC Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios, esclareceu que “os consórcios, este ano, confirmaram mais uma vez se tratar de alternativa importante para os consumidores, em suas compras de bens ou em contratações de serviços. Para a economia nacional, contribuíram para o crescimento dos diversos elos da cadeia produtiva, especialmente nos setores de veículos automotores, imóveis e serviços”.

Ao analisar a participação do Sistema de Consórcios em setores onde atua, Rossi comentou que “a cada dia que passa, observamos os consórcios mais e mais consolidados. Entre os veículos leves, o aumento médio da presença nas vendas realizadas no mercado interno foi de 9,5% nos acumulados de janeiro a outubro deste ano sobre o anterior, chegando a 13,8% contra 12,6%. No setor motociclístico, o crescimento foi de 3,7%, ficando em 45% contra 43,4%”.

Leia também:  Anatel multa Telefônica em R$ 15 milhões

Com planejamento financeiro, sem endividamentos excessivos e com oportunidade de concretizar seus objetivos mensalmente por sorteio ou oferecendo lance, muitos consumidores têm feito adesão a grupos de consórcios, inclusive com a possibilidade de aproveitar todo ou parte do 13º salário.

“Seguindo a premissa básica da educação financeira, cuja cultura está na poupança e no consumo responsável”, complementa o presidente da ABAC, “o brasileiro, ao optar pelo consórcio, estará agindo com inteligência e sabedoria visando realizar seus objetivos pessoais, familiares ou empresariais, inclusive o de formação e ampliação patrimoniais, de forma simples e com baixo custo”.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.