A Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) completa oficialmente 43 anos nesta terça-feira (10) como forma de comemoração a instituição realizará uma série de atividades durante todo o dia.

Os trabalhos começarão com uma reunião com os três conselhos superiores, Conselho Universitário (Consuni), Conselho de Ensino Pesquisa e Extensão (Consepe) e Conselho Diretor para uma sessão especial, a partir das 09h no Centro Cultural.

No decorrer da sessão haverá a entrega do título de Doutor Honoris Causa ao poeta concretista e artista gráfico Wlademir Dias-Pino e o título, in memorian, ao professor Francisco Fernàndez Buey, catedrático de Filosofia Moral e Filosofia Política da Universitat Pompeo Fabra, da Espanha. O artista mato-grossense é responsável por várias obras da UFMT, inclusive a logomarca institucional, enquanto Francisco Buey recebe o título pelos 26 anos de colaboração com a UFMT na área de Educação.

Leia também:  Hospitais filantrópicos de MT anunciam paralisação na próxima semana

No final da tarde, às 18h, no bosque próximo à Guarita da Fernando Correa, campus de Cuiabá, será inaugurado o presépio, com apresentações do Coral Infanto Juvenil e Coral da 3ª Idade da UFMT. Neste ano, o presépio adiciona animais típicos do Pantanal ao tema natalino; onças, garças e jacarés se misturam à manjedoura e aos elementos clássicos da cena do nascimento de Jesus. Erivaldo Campos Cruz, artista plástico mato-grossense, é o responsável pela criação das obras. O presépio é uma tradição da UFMT, sendo montado há 35 anos e aberto à visitação de todo o público. Os interessados em conhecer o presépio podem comparecer das 8h às 21h durante toda a semana, até o dia 06 de janeiro.

Leia também:  MPE notifica Poderes para que travestis e transexuais possam usar ‘nome social’

O campus do Araguaia também comemora a data, com o “III Colóquio 10 Anos de Pesquisa: Resultados e Redirecionamentos”, que começará às 14, na Unidade II, em Barra do Garças. O evento celebra os 10 anos de intensa produção científica do projeto “Arte, Discurso e Prática Pedagógica”, além de discutir temas relacionados ao curso de letras. Entre os assuntos da pauta estão, “O discurso sobre a língua e o atravessamento por outros discursos”; “Blogs: processo de textualização online”; e “Linguagem em pesquisa: encontro inevitável entre língua e literatura”.

Às 16h, o Núcleo de Documentação e Informação Histórica Regional (NDHIR) lança, na Editora Universitária (EdUFMT), a edição nº 10 da revista eletrônica “Documento Monumento”.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.