A última sessão da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (AL/MT) promete muita polêmica. Os deputados estaduais votam nesta quinta-feira (26), pela 2ª vez, a Lei Orçamentária Anual (LOA).

Na semana passada, a LOA foi aprovada em 1ª votação, mas uma discordância entre Executivo e os parlamentares a respeito do valor do orçamento fez com que a votação fosse adiada para hoje.

Mas a polêmica prometida para esta sessão se dará por conta da PEC do deputado Emanuel Pinheiro (PR), que prevê eleições diretas para o cargo de presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso.

Na 1ª vez, a votação apontou esmagadora preferência pela aprovação da PEC: 20 a zero a favor da Proposta.

Leia também:  Ságuas vai deixar a política e voltar à medicina

O atual presidente do TJMT, desembargador Orlando Perri, se posicionou contrário a PEC e alguns dizem que o lobby para que a Proposta não passe já começou nos bastidores.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.