Você já sabe que ter uma alimentação equilibrada é fundamental para uma boa imunidade. Mas que tal transformar a cozinha em uma aliada na prevenção de doenças?
O professor doutor Fadlo Fraige, endocrinologista da Beneficência Portuguesa de São Paulo, e a nutricionista da rede de Hospitais São Camilo de São Paulo, Marisa Resende Coutinho, dão a fórmula para manter o equilíbrio metabólico e imunológico do organismo: além de uma dieta com proteínas, minerais e vitaminas, invista em antioxidantes e anti-inflamatórios, como o alho, o gengibre, a salsa, o guaco, a hortelã, a canela, a pimenta e a mostarda. Em tempo: fuja das bebidas alcoólicas e gorduras saturadas e trans.
Para você começar a inserir esses nutrientes no seu cardápio, selecionamos, com a ajuda dos nossos especialistas, dicas de alimentos e receitas deliciosas com esses ingredientes. Confira!

Aminoácidos
Fadlo explica que a falta de aminoácidos na alimentação afeta a imunidade, deixando você mais exposta a doenças como a gripe.
Por isso, inclua em suas refeições peixes, carnes, derivados de leite, ovos e soja, que são importantes na constituição de anticorpos.
Selênio
É um mineral de grande capacidade antioxidante, ou seja, bloqueia a ação dos radicais livres (que impedem a renovação das células do nosso corpo). A castanha-do-pará é a principal fonte desse nutriente, que também pode ser encontrado (em menor quantidade) no salmão, no fígado bovino e no alho, por exemplo.
Vitamina A
Marisa explica que essa vitamina é importante para a manutenção da integridade das mucosas e para o aumento da imunidade do organismo.
“Sua falta pode levar à redução do número de um tipo de célula de defesa: os linfócitos T circulantes, o que amplia a probabilidade de infecções bacterianas e virais”, alerta a nutricionista.
Portanto, tenha certeza de que está ingerindo diariamente alimentos como cenoura, abóbora, batata-doce, milho, damasco seco, brócolis, melão e mamão.
Vitaminas do complexo B
Fundamentais para você e sua família, uma vez que ajudam a fortalecer o sistema imunológico, esses nutrientes estão presentes na lentilha, no arroz integral, no gengibre, no peixe, nas sementes de girassol, na soja, na banana, em verduras verdes, no abacate, na carne de frango, na gema de ovo e em nozes.
Vitamina C
“Essa vitamina eleva a resistência às infecções, pois fortalece a atividade imunológica ao aumentar a produção das células (leucócitos) que defendem o nosso organismo contra bactérias e vírus”, resume Marisa.
Por isso, não podem faltar no nosso dia a dia alimentos como acerola, limão, laranja, kiwi, tomate, morango, pimentão e folhas verde-escuras.
Que tal transformar frutas, verduras e legumes em deliciosos sucos?
Além de garantir uma boa dose de vitamina C, algumas misturas aliviam os sintomas da TPM e do estresse.
Vitamina E
Encontrada no germe de trigo, em óleos vegetais, na amêndoa, em nozes, na castanha-do-pará, na gema de ovo, em vegetais folhosos e em legumes, é um importante antioxidante. “Sua função principal é proteger as membranas celulares de substâncias tóxicas e dos radicais livres, que favorecem as infecções”, explica a nutricionista.
Zinco
Marisa revela que esse mineral é de grande importância para o nosso sistema de defesa e que a sua falta pode levar ao desenvolvimento de diversas doenças. Assim, não podemos deixar faltar na mesa carnes, peixes, aves, feijão e nozes.

Leia também:  Osteoartrose na visão do especialista
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.