O Dia da Cruz Vermelha Brasileira, comemorado nesta quinta-feira (05), é um motivo de muita alegria para os voluntários de Rondonópolis que tem atuado no município em prol de ajudar ao próximo.

A presidente da Cruz Vermelha de Rondonópolis, Jovelina Marques, recorda que tudo começou em 2011, quando ocorreram os deslizamentos e enchentes na região serrana do Rio de Janeiro, onde um grupo de amigos se organizaram para ajudar as vítimas da tragédia, o que futuramente e sem pretensão alguma foi criada a filial da organização no município.

Marques frisa que a necessidade de ajudar as pessoas não permaneceu apenas naquela situação e se estendeu para atender as pessoas que estão em Rondonópolis, onde já foram desenvolvidas várias ações, como por exemplo, entrega de cobertores nos dias de frio às famílias carentes, ou caso de assistência a pessoas de forma pontual e isolada.

Leia também:  Projeto “O Rio é Nosso” reuniu mais de 1,6 mil voluntários para limpeza do Ribeirão Arareau

“Não temos recurso e tudo que fazemos é pedindo e somando forças uns com os outros e assim nos tornamos grandes em favor das pessoas que necessitam”, disse Jovelina.

A Cruz Vermelha de Rondonópolis conta atualmente com cerca de 100 voluntários e deseja ver uma organização ainda maior e melhor estruturada para que possa trabalhar ainda mais na cidade, seja em alguma situação de desastre, prevenção de acidente ou em organização de algum evento.

A próxima atividade desenvolvida pelos voluntários da Cruz Vermelha, acontece neste dia 12 de dezembro, no Assentamento Carimã onde serão oferecidos diversos serviços, como emissão de documentos, palestra sobre atenção a saúde e serviços de assistência social, todos por meio de parceiros que apoiam o trabalho da organização.

Leia também:  Chuva deve cair ainda esta semana em Rondonópolis; diz Inpe

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.