Momento da audiência - Foto: Aécio Morais / AGORA MT
Momento da audiência – Foto: Aécio Morais / AGORA MT

A Secretaria Municipal de Habitação e Urbanismo realizou juntamente com o Ministério Público do Estado de Mato Grosso, Juizado Volante Ambiental- JUVAM e Secretaria Municipal do Meio Ambiente –SEMMA, uma reunião com os moradores das regiões ribeirinhas e áreas de preservação permanentes, as APPs.

A reunião teve como objetivo discutir a situação de moradia e as ações de despejo que tramitam na justiça com os moradores.

Segundo o Secretário de Habitação Ildo Rodrigues, a ideia é dar prioridade aos ribeirinhos que encontram-se em situação de risco. “Doe a quem doer, essas famílias estão em primeiro plano, não podemos abandonar eles” afirma o secretário.

Até o momento existem mais de 200 processos de despejo. De acordo com o secretário cerca de 100 famílias estão na fila para ser abrigadas no residencial Magnólia.

Leia também:  Maratona de Negócios Criativos começa nesta terça em Rondonópolis

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.