Dados divulgados pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA) indicam que os primeiros grãos de soja que foram retirados do campo ainda em dezembro de 2013, em Mato Grosso, mostrou um resultado de 0,9 pontos percentuais à frente da safra passada.

Segundo o superintendente do IMEA, Otávio Celidonio, nessas áreas, a colheita inicial vem apresentando uma produtividade entre 54 e 58 sacas por hectare, médias consideradas boas para a soja superprecoce e precoce.

As informações ainda comprovam que a região Oeste é considerada a com maior avanço na colheita com 8% da área, devido à semeadura antecipada.

Segundo o IMEA a maioria das lavouras de soja já colhidas nesse início de janeiro deve dar lugar ao algodão como primeira opção de segunda safra, mas também há produtores que já estão semeando milho.

Leia também:  Confira as vagas de emprego desta segunda (02/10/17) em Rondonópolis

Colheita

Durante a pesquisa o Instituto realizou entrevistas com três produtores da região oeste para saber o andamento da colheita nesse período de chuva, nenhum dos três mencionaram problemas com o volume pluviométrico nesse início de colheita.

Segundo Nery Ribas, diretor técnico da Aprosoja, a colheita será intensificada a partir da próxima semana, e deverá alcançar o pico em fevereiro. “Agora estão sendo colhidas as variedades superprecoce, média de 95 dias, e as precoces, com média de 105 dias, posteriormente, iniciam os ciclos de 110 e 120 dias.”

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.