Silval  durante a última vistoria realizada pela Fifa na Arena Pantanal - Foto: Edson Rodrigues / Secopa
Silval durante a última vistoria realizada pela Fifa na Arena Pantanal – Foto: Edson Rodrigues / Secopa

Considerada uma das capitais brasileiras com mais problemas de infraestrutura, Cuiabá será a cidade sede dos jogos da Copa do Mundo que mais se beneficiará da realização do maior evento esportivo mundial.

A avaliação, feita pelo governador Silval Barbosa (PMDB) por diversas vezes, encontrou eco no discurso do Ministro dos Esportes, Aldo Rebelo (PC do B), que nesta segunda (20) esteve em Cuiabá ao lado do secretário-geral da Federação Internacional de Futebol (Fifa), Jérôme Valcke, durante a última vistoria realizada pela Fifa na Arena Pantanal.

De acordo com o ministro, Cuiabá deixará o maior legado para sua população entre as cidades sede. “São inúmeras obras que precisavam ser feitas e que não saiam do papel há anos”.

Leia também:  Sine oferta 674 vagas de emprego em Mato Grosso

A necessidade de construir obras como a do viaduto Dom Orlando Chaves, em Várzea Grande, foi detectada há mais de 20 anos atrás, neste caso durante a gestão do então governador Carlos Bezerra (PMDB), que identificou a urgência de faze-la, visualizando o crescimento que a capital e a baixada cuiabana sofreriam nas décadas posteriores.

O ministro minimizou o atraso nas obras do VLT, e destacou que a inauguração de obras como o viaduto do Despraiado, da UFMT, a trincheirinha Ciríaco Cândia, parte da trincheira do Santa Rosa, dentre outras obras já estão beneficiando boa parte da população que reside na capital.

“Muitos não acreditavam em nossa capacidade de dar conta de um projeto deste tamanho, mas estamos provando que somos capazes e estamos transformando Cuiabá, deixando-a preparada para o futuro”, disse o governador Silval Barbosa ao AGORA MT.

Leia também:  Juscimeira | Recadastramento de idosos no BPC segue até 30 de novembro
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.