O Solidariedade (SDD) nem bem debutou na política mato-grossense e já enfrenta a 1ª grande crise interna. O partido do ex-prefeito José Carlos do Pátio, que tem como dirigente o polêmico Rodrigo Rodrigues, ex-PDT, irá sugerir a expulsão do deputado estadual Adalto de Freitas, o Daltinho, na próxima reunião de lideranças do SDD que deve acontecer entre os dias 20 e 23 de janeiro.

O barraco dentro do SDD teria como pano de fundo um golpe de Daltinho para tomar “posse” definitiva do partido, segundo declarações de Rodrigo Rodrigues. Para isso, Daltinho, teria solicitado a direção nacional do partido, que tem como presidente, o deputado federal Paulinho da Força Sindical, a destituição do ex-prefeito rondonopolitano José Carlos do Pátio do cargo de secretário geral do partido em Mato Grosso, além de alterar também o indicado para o cargo de secretário do SDD mato-grossense.

Leia também:  Sem interferir

Segundo Rodrigues a intenção de Daltinho era poder manipular a verba de R$ 2 mi, que seria destinada ao partido em Mato Grosso nas eleições de 2014. Ainda segundo o dirigente a trama só foi descoberta porque Paulinha da Força, alertou a líderes do SDD em Mato Grosso das intenções de Daltinho.

QUEM AVISA…

Apesar da suposta trama de Daltinho só ter ganho a mídia agora, Pátio já teria sido avisado, ainda na composição do diretório regional no ano passado, que Daltinho não seria de confiança e poderia tentar um golpe para inclusive impedir a candidatura de Pátio à Assembleia Legislativa (AL).

Apesar dos avisos, Pátio, mais uma vez atuou como ‘cabeça dur’a e agora com as denúncias de Rodrigo Rodrigues deve repensar quem são realmente seus aliados.

Leia também:  Percival e mais três deputados de antiga legislatura não são delatados

ANTECEDENTES

Também no ano passado, antes de deixar o PMDB, o deputado Daltinho, foi protagonista de um grande imbróglio na sua ex-legenda. Para ganhar espaço e “benefícios” no governo Silval Barbosa (PMDB), Daltinho passou a atacar o governo do seu partido, mas, a direção regional do PMDB, acabou com  a “farra” do moço e trouxe de volta a AL a deputada Teté Bezerra, que estava a frente a Secretaria Estadual de Desenvolvimento do Turismo, com isso, Daltinho que era suplente perdeu a vaga e acabou migrando para o SDD.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.