Mais de R$ 1,1 milhão serão investidos na compra de equipamentos tecnológicos, móveis, veículos e munições para atender cinco Delegacias Especializadas do Adolescente (Dea), a Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica) e a Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP).  O recurso é do Governo Federal.

Para as Delegacias do Adolescente, instaladas nos municípios de Cuiabá, Várzea Grande, Cáceres, Rondonópolis e Barra do Garças, e a Deddica, em Cuiabá, serão aplicado  R$ 665.896, 98, na compra dos equipamentos.  Para o fortalecimento da DHPP será investido R$ 448.282,53, também em aparelhamento.

O recurso para as unidades é oriundo de convênio do Programa 2070- Segurança pública com cidadania, dentro do programa “Brasil Mais Seguro”, da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), do Ministério da Justiça. O dinheiro já foi empenhado e está na conta do Estado de Mato Grosso para aquisição dos equipamentos, na modalidade pregão eletrônico.

Leia também:  Motociclista tenta ultrapassagem e acaba atropelado por carreta

Para as Dea’s e Deddica serão adquiridos móveis como cadeiras, armários e  equipamentos eletrônicos como webcam (para registro de imagens no registro de boletim de ocorrência ou interrogatórios), câmeras digitais, aparelhos de fax, fragmentador de papel, fones de ouvido, impressoras laser color, computadores, veículos zero km e munições.

A DHPP irá receber webcam (para registro de imagens no registro de boletim de ocorrência ou interrogatórios), aparelhos de fax, DVD,  telefones, câmeras digitais, filmadoras, equipamentos de visão noturna do tipo binóculo, fones de ouvido, fragmentador de papel, impressoras laser multifuncional, HD externo, computadores, notebooks, projetor multimídia, scanner, tablet, tripé, nobreak, TV de 42 polegadas, veículo utilitário do tipo Van e  motocicletas.

Leia também:  Após ser agredida, mulher é acusada de esfaquear e matar namorado

De acordo com a assessora técnica da PJC, Glaucia Ribeiro, o  convênio firmado para aparelhar as delegacias do adolescente e Deddica tem como foco a prevenção da violência e criminalidade. Já o projeto da DHPP objetiva o fortalecimento das instituições, na qualificação dos procedimentos investigativos e maior cooperação e articulação entre as instituições de segurança pública e do sistema de Justiça Criminal (Poder Judiciário, Ministério Público e Defensoria Pública).

Para o delegado geral da Polícia Civil, Anderson Garcia, o aparelhamento das unidades vai elevar o grau de agilidade e confiabilidade das informações produzidas pelas delegacias, tanto na gestão administrativa quanto nas investigações conduzidas. “Ação do Governo Federal veio ao encontro das necessidades de fortalecimento das delegacias especializadas, principalmente a Homicídios”, destacou.

Leia também:  Dupla assalta estabelecimento comercial na Cidade Salmen
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.