O deputado federal Wellington Fagundes (PR), que tem sonhado em disputar uma vaga ao Senado, pode ter que adiar seus planos, caso o governador de Mato Grosso, Silval Barbosa (PMDB), saia candidato ao Senado Federal.

Ocorre que por conta de uma série de conjecturas políticas, que ainda estão sendo amarradas pelos partidos, principalmente pelos aliados do governo Estadual, não viabiliza a candidatura de aliados para o mesmo cargo.

Uma fonte do AGORA MT afirmou agora pela manhã que Fagundes reconheceu a dificuldade de disputar com Silval a vaga para o Senado, após reunião realizada com sete partidos da base governista, onde foram estudadas pesquisas qualitativa e quantitativa no intuito de verificar quem tem mais chances.

Leia também:  De mala pronta para 2018

Por mais que o PR faça parte dos partidos que compõe a base do Governo de MT, a sigla tem conversado com adversários, como o senador Pedro Taques (PDT), na tentativa de ampliar seu leque de opções no que diz respeito a quem será apoiado pelo partido durante o pleito deste ano.

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.