Meninas com idade entre 11 e 13 anos passarão a ser vacinadas contra o papiloma vírus humano (HPV) a partir do dia 10 de março, o anuncio foi realizado nesta quarta-feira (22) pelo Ministério da Saúde (MS).

A vacina estará disponível em 36 mil postos de saúde da rede pública, sendo como meta do Ministério da Saúde a imunização de 80% das 5,2 milhões de meninas.

Segundo o MS a vacinação acontecerá em três doses, de modo que a segunda dose acontece seis meses depois da primeira e a terceira, cinco anos após a primeira. Porém a imunização não substitui a realização do exame de papanicolau, nem o uso de preservativo em relações sexuais.

O vírus é uma das principais causas do câncer de colo de útero, o terceiro tipo mais frequente de câncer entre mulheres, atrás apenas do câncer de mama e do câncer de cólon e reto.

Leia também:  Sitiante fica apavorado após ter casa arrombada por casal de chimpanzés em SP

O HPV é um vírus transmitido pelo contato direto com a pele ou mucosas infectadas por meio de relação sexual. O vírus também pode ser transmitido de mãe para filho no momento do parto. A estimativa da Organização Mundial da Saúde (OMS) é que 290 milhões de mulheres no mundo são portadoras da doença, sendo 32% infectadas pelos subtipos 16 e 18.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.