De acordo com informações divulgadas pelo Boletim Semanal de Análise-Bovinocultura, desta semana, o ano de 2013 foi marcado por recordes para a bovinocultura de corte mato-grossense.

A pesquisa revela ainda que o somatório desses resultados consolidou o ano dos números positivos para a atividade e que as exportações devem crescer mais em 2014.

Dados do Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea-MT) revelam um abate recorde em 2013 de 9,33% cabeças bovinas a mais que no ano de 2012.

Ainda de acordo com a pesquisa,  esse aumento expressivo no abate foi realizado com envio de mais fêmeas ao gancho, totalizando 2,75 milhões de cabeças.

A análise prevê que para 2014 as fêmeas devem perder espaço na linha de matança da indústria frigorífica, o que deve restringir a oferta no mercado interno. São esperados preços valorizados para o mercado seja de boiadas ou vacadas terminadas.

Leia também:  Empresário expande comércio em Rondonópolis

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.