Os pais e um homem que vivia maritalmente com uma adolescente de 12 anos foram presos, no município de Pedra Preta (26 km de Rondonópolis), acusados de coautores e autor de crime de estupro vulnerável. O flagrante foi efetuado pela Polícia Judiciária Civil após denúncia na Polícia Militar e no Conselho Tutelar.

O suspeito José Nascimento dos Santos, 41, morava com a menina há cerca de 1 mês, com o consentimento dos pais da garota, Nivaldo Alvino de Barros, 41, e Maria José Ferreira da Silva, 42. Todos viviam na mesma casa, onde foram autuados em flagrante.

O pais da adolescente vão responder por coautoria de estupro de vulnerável, uma vez que tinham conhecimento dos fatos e permitiram que menina mantivesse relacionamento com um homem mais velho. O preso, José Nascimento dos Santos, foi autuado por estupro de vulnerável.

Leia também:  Casal é preso em motel após furto em relojoaria de Rondonópolis

As diligências iniciaram após o recebimento da denúncia de que José mantinha relacionamento amoroso e morava com a menina de 12 anos. Em diligências, a Polícia confirmou a denúncia e conduziu o suspeito e os pais da garota para a Delegacia de Polícia.

A vítima estava na escola e também foi levada até a unidade policial para também ser ouvida pela autoridade policial. Ela contou que realmente mantinha o relacionamento amoroso com José, que por sua vez, assumiu os fatos, mas se defendeu dizendo que suas intenções eram boas.

Os pais tentaram se justificar alegando que consentiram a relação porque o genro era conhecido da família e se tratava de um homem de bom caráter e que acreditavam que ele também gostava de sua filha.

Leia também:  Justiça condena a 12 anos de prisão acusado de homicídio

O delegado de polícia de Pedra Preta, Sebastião Lopes, ratificou a prisão de José e também de Nivaldo e Maria José. “Os pais  tinham conhecimento e consentimento do fato, já que a filha morava com seu suspeito nos fundos da residência deles”, esclareceu o delegado.

A mãe da jovem foi encaminhada para a cadeia feminina de Rondonópolis. O pai e o genro para a cadeia pública de Pedra Preta. A adolescente encontra-se sob os cuidados do Conselho Tutelar.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.