Em coma induzido desde o acidente sofrido no último fim de semana, Michael Schumacher tem contado com apoio irrestrito de sua família, sobretudo de sua esposa. De acordo com a porta-voz do heptacampeão mundial, a mulher do piloto, Corinna, está tentando ser forte para apoiar o marido no momento de dificuldade.

– Corinna, obviamente, não está nada bem. Mas ela está tentando ser forte por Michael. Tentando lhe dar apoio para não permitir que pensamentos negativos o alcancem – disse a porta-voz Sabine Kehm, ao jornal britânico ”Daily Mail”. Schumacher e Corinna estão casados há 18 anos com Schumacher e têm dois filhos.

Desde que deu entrada no hospital em Grenoble, Michael Schumacher já passou por duas cirurgias na cabeça. As informações mais recentes foram dadas por sua assessora, nesta quarta-feira. Sua situação ainda é crítica, e é cedo para chegar a um prognóstico mais profundo.

Leia também:  Cuiabá Arsenal encara último rival da 1ª fase do brasileiro

Peritos estiveram no local do acidente na última segunda-feira para tentar revelar os possíveis motivos da queda. As primeiras análises mostrariam que o alemão, pelas marcas deixadas na neve, passou por cima de uma rocha “escondida” pela neve. Um de seus esquis tocou uma pedra, e seu corpo se chocou com a primeira e a segunda. Ele acabou escorregando, teve seu corpo projetado para o alto e caiu em seguida com o lado direito da cabeça batendo na terceira pedra, próxima de onde foi encontrada a poça de sangue.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.