Mais 65 famílias do Movimento dos Trabalhadores Rurais Assentados e Acampados de Mato Grosso (MTA) podem ser despejadas da Fazenda Brocota, em São José do Povo.

José Raimundo Farias, representante do movimento, disse que no dia 15 de dezembro as famílias que estavam à beira da MT-270 entraram na propriedade, vistoriada pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) para desapropriação, e no dia 19 do mesmo mês foi expedido um mandado de desocupação que será cumprido a qualquer momento.

O representante do MTA afirmou que o processo foi desarquivado em 2009, oportunidade em que o movimento entregou um parecer técnico para ocupação da área e neste momento aguarda apenas a análise do INCRA para em seguida ser feito o decreto presidencial. Raimundo observou que o processo está bem encaminhado, inclusive com o indicativo de interesse do Instituto para término do processo e por esse motivo não entende a razão do mandado.

Leia também:  Inscrições para expositores já estão abertas

A preocupação de Raimundo é que a execução do mandado seja feita antes da análise da petição onde o INCRA expõe que o pedido de decreto será feito após a avaliação do parecer técnico.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.