Rubens e o vice, Miguel Amaral Biubes Villar, foram eleitos com cerca de 90% da aprovação dos servidores que votaram – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
Rubens e o vice, Miguel Amaral Biubes Villar, foram eleitos com cerca de 90% da aprovação dos servidores que votaram – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

Rubens de Oliveira Paulo tomou posse pela 3ª vez consecutiva da diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Rondonópolis (Sispmur), na noite desta segunda-feira (07) e fala dos desafios do novo mandato.

Dentre as principais metas do sindicalista está o término da implantação do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) para que possa atender da melhor forma possível aos servidores e também a cobrança para realização do concurso público o mais breve possível, pois há muitos anos não ocorre no município.

Outros problemas pontuados por Rubens é o grande número de desfiliações compulsórias por parte da prefeitura, o que compromete os recursos destinados ao Sispmur e também a questão do repasse salarial do sindicalista que pode ser suspenso por assumir pela 3ª vez consecutiva, contudo Rubens acredita que não ocorra por achar que isso seria uma medida inconstitucional e que pode comprometer o andamento da continuidade dos trabalhos. Nos dois casos não foi descartada a hipótese de uma intervenção judicial.

Leia também:  BR-364 é interditada entre Rondonópolis e Cuiabá nesta terça

O sindicalista afirma que manterá a mesma postura utilizada ao longo dos últimos seis anos, pois entende que o resultado tem sido positivo até momento. Com chapa única no pleito, Rubens e o vice, Miguel Amaral Biubes Villar, foram eleitos com cerca de 90% da aprovação dos servidores que votaram.

Advertisements
COMPARTILHAR
Artigo anteriorPosto abandonado
Próximo artigoCheio de estilo

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.