O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Joaquim Barbosa, encerrou o processo pelos crimes de corrupção e peculato (desvio de dinheiro público) do deputado João Paulo Cunha (PT-SP), que pode ser preso a qualquer momento.

Pelos dois crimes, Cunha irá cumprir uma pena de 6 anos e 4 meses de prisão. Como ela ficou abaixo de 8 anos, será no regime semiaberto.

Em sua decisão, Barbosa destacou que os recursos apresentados por Cunha contra os crimes de peculato e corrupção, conhecicdos como embargos infringentes, eram “manifestamente incabíveis e protelatórios”. Por isso, encerrou o processo e determinou o início do cumprimento da pena.

Advertisements
Leia também:  Primavera do Leste e Mirassol D´Oeste elegem os novos prefeitos

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.