A Taxa de Desemprego Antecipada para o mês de dezembro de 2013, calculada pela Fipe com os dados imediatamente disponíveis na Internet e na base de dados da Catho, foi estimada em 4,4%. Se confirmado, este resultado será menor taxa de desemprego já apurada pelo IBGE desde a introdução da atual metodologia, iniciada em 2002. Além disso, confirmará a permanência da tendência de queda no desemprego, já que no último mês de 2012 a taxa registrada foi 0,2 ponto percentual maior (4,6%), segundo o IBGE.

O bom momento do mercado de trabalho também pode ser percebido pelo aumento real (acima da inflação) dos salários anunciados: o Índice Catho-Fipe de Salários Ofertados aponta para aumento de 11,2% nos últimos 12 meses. Essa variação é superior à registrada em novembro, de 7,2%, sendo também o quarto mês consecutivo de aumento na variação anual.

Leia também:  Dívida pública sobe 0,32% em abril e fica em R$ 3,23 trilhões

A relação entre novas vagas de emprego anunciadas e novos candidatos a um trabalho, medida pelo Índice Catho-Fipe de Vagas por Candidato (IVC), registrou aumento na comparação mensal: em dezembro, houve 1 nova vaga para cada novo candidato. Entretanto, ao desconsiderar os efeitos sazonais (dezembro é um mês bastante atípico para o mercado de trabalho, uma vez que um número grande de pessoas normalmente deixa a população economicamente ativa), o índice aponta para redução na relação entre vagas e candidatos em relação a novembro. Essa queda reforça a tendência iniciada em julho e pode indicar uma relativa desaceleração na melhora das condições do mercado de trabalho.

Ao compilar e processar informações de currículos, anúncios de vagas e de contratações disponibilizados pela Catho, a Fipe calcula uma estimativa para a taxa de desemprego da Pesquisa Mensal de Emprego (PME/IBGE)*. A estimativa da Taxa de Desemprego Antecipada de dezembro de 2013 é de 4,4%, com queda de 0,2 ponto percentual frente ao observado em novembro de 2013 e também em relação ao mesmo mês de 2012.

Leia também:  Produção brasileira de grãos deverá crescer 21,5% em 10 anos, estima ministério

Este resultado representa a menor taxa de desemprego já apurada pelo IBGE desde a introdução da atual metodologia da PME, iniciada em 2002.

A estimativa da Taxa de Desemprego Antecipada é feita por meio da técnica do “nowcasting”, que utiliza dados disponibilizados em “tempo real” para produzir informações e estatísticas precisas, sem a necessidade de esperar semanas ou meses até os institutos de pesquisa divulgarem os indicadores oficiais e defasados. No caso da Taxa de Desemprego, a Fipe cruza informações obtidas com buscas na Internet (por meio de palavras chave relacionadas a emprego, por exemplo) com informações de vagas, candidatos e contratações da Catho, além de outros dados econômicos e também a própria série da PME dos meses anteriores para estimar a taxa de desemprego do mês corrente, sempre divulgada no último dia útil do mês.

Leia também:  Dia dos Pais | Rondonopolitano deve gastar entre R$ 50 e R$ 100 com presente
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.