Pesquisadores do sono constataram que jornadas de trabalho irregulares possuem efeito similar a horas de sono desperdiçadas ou “jet lag”, além de impactar prejudicialmente o bom funcionamento molecular.

Segundo os pesquisadores, a descoberta sobre a rapidez e gravidade dos danos causados por ficar acordado até tarde foi “uma surpresa”.O estudo foi realizado no Centro de Pesquisa do Sono em Surrey, na Inglaterra, com 22 voluntários que adaptaram suas rotinas dormindo apenas quatro horas por noite, assim como um típico trabalhador do turno da noite.

Foram colhidas amostras de sangue para avaliar o impacto sobre os genes que normalmente são ajustados para um padrão de vida diurno.
Para Simon Archer, um dos autores da pesquisa, “mais de 97% dos genes ajustados ficaram fora de sincronia com o sono desregulado, e isso explica porque nos sentimos tão mal após uma jet lag, ou se temos de trabalhar em turnos inconstantes”.

Leia também:  Saúde | Conheça os sintomas e precauções contra a artrite

O co-autor do estudo, professor Derk-Jan Dijk, acrescentou que “é como viver em uma casa. Há um relógio em todos os cômodos da casa, e em todos esses quartos os relógios estão interrompidos, o que naturalmente leva ao caos na casa”.
Referindo-se a estudos anteriores, ele este tipo de trabalho está associado a efeitos colaterais negativos.

— Nós, naturalmente, sabemos que trabalhos noturnos e jet lag estão associados a efeitos colaterais negativos e consequências para a saúde. Eles aparecem após vários anos de trabalho e se manifestam a longo prazo.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.