O revólver estava escondido no guarda-roupas de uma casa - Foto: Aécio Morais / AGORA MT
O revólver estava escondido no guarda-roupas de uma casa – Foto: Aécio Morais / AGORA MT

A Polícia Militar realizou no final da tarde de ontem (31) uma verdadeira ‘faxina’ em alguns pontos da cidade. Após um serviço de monitoramento da Agência Regional de Inteligência da PM de Rondonópolis, oito mandados de busca foram expedidos e suspeitos foram presos, além da apreensão de armas, munições, dinheiro e droga.
Em uma residência no bairro Sagrada Família Cleyton Alves de Queiroz, 21 anos, foi detido por tráfico de drogas. No quarto do conduzido os militares localizaram quatro porções de substâncias análogas a pasta base de cocaína, uma munição de calibre 22, um prato e uma colher com resquícios de entorpecente.
Ainda no bairro Sagrada Família, só que em outra residência, os policiais realizaram a prisão de Osvaldo Pires da Silva, 52 anos. Durante a busca e em checagem foi constatado um mandado de prisão em aberto da 4ª Vara Criminal da Comarca de Rondonópolis, desde o dia 02.12.2013.
Na Vila Poroxo, Eliane Carlos da Silva, 38 anos, Vanilson Gomes do Nascimento, 25 anos, e outro rapaz foram presos após a PM encontrar, em cima do guarda-roupas do casal um revolver calibre 38 com três munições intactas.
Também foi encontrada uma porção grande de substância análoga a acido bórico, além de R$147,45 em notas trocadas e vários materiais sem nota fiscal.
Todos suspeitos foram encaminhados juntamente com os materiais apreendidos para 1ª Delegacia de Polícia de Rondonópolis onde foram entregues para Polícia Judiciária Civil.
Segundo o Major PM Fernando Augustinho de Oliveira – comandante do 5º Batalhão da PM em Rondonópolis “Operações como estas serão deflagradas durante todo este ano, bem como será intensificado o trabalho de combate ao tráfico de entorpecentes em toda cidade, realizando diversas operações, além de rondas, abordagens e saturações em áreas onde existe um alto índice de ocorrências desta natureza”.
O comandante do 4º CR – Coronel Walter Silveira dos Santos, destacou a importância da população estar ajudando aa Polícia Militar realizando denúncias, através do 190 ou do disque-denúncia 0800-653939.

Leia também:  Escola é invadida e professores têm materiais roubados no Conjunto São José
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.