Chris Weidman foi o grande vencedor do “Oscar do MMA”. Depois de derrotar Anderson Silva duas vezes, o atual campeão dos pesos-médios do UFC foi eleito o lutador do ano na sexta edição da premiação da revista inglesa “Fighters Only”, que aconteceu no Venetian Theater, em Las Vegas, EUA. Derrotado na eleição, Vitor Belfort criticou o método de votação e e discordou da escolha de Weidman como melhor do ano.

– Não que tivesse que ser eu, mas ele ganhar o prêmio por uma luta só? Foi até vergonhoso. Ele ganhou uma luta (do Anderson Silva). A outra, ele não ganhou, foi uma fatalidade – disse o lutador em entrevista ao programa “Mundo da Luta”, da Rádio Beat98.

Leia também:  Atleta rondonopolitana é ouro no salto em altura

Para Belfort, o método com que a eleição é feito é ruim. Ele não aceita que o treinador brasileiro Dedé Pederneiras não tenha sido escolhido com o melhor de 2013.

– A premiação em Las Vegas foi muito bacana, mas são votos de fãs, e pode não ser concreto. Os resultados, às vezes, não são justos. O Duane é um bom treinador, mas, pelo amor de Deus, o Dedé, pelo que fez este ano, não ganhar como melhor treinador… Tem marmelada nesse treco aí, alguma coisa errada – afirmou o brasileiro, que ganhou o prêmio de melhor nocaute de 2013.

Na entrevista, Vitor Belfort também falou sobre o tratamento de reposição de testosterona a que precisa se submeter. Ele está confiante de que o procedimento será liberado pela comissão atlética de Nevada para a luta contra o Chris Weidman, no UFC 173, em 24 de maio, em Las Vegas.
– Não tem como proibir, não existe proibir. Eu tenho uma licença médica, tenho uma coisa muito séria, não tem como não permitir. É um tratamento. Tenho uma deficiência e faço tudo OK – explicou.

Leia também:  Antigo Luthero vira cult e ganha lembrança especial do torcedor

Ansioso para enfrentar o norte-americano, Belfort fez questão de reforçar sua confiança em retomar para o Brasil o cinturão dos pesos-médios do UFC.

– Esse cinturão já está no Brasil! – garantiu.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.