O boxeador Vitali Klitschko vai mesmo ser candidato à presidência da Ucrânia. Opositor do presidente destituído Viktor Yanukovich, o atleta abriu mão do cinturão Conselho Mundial de Boxe no final do ano passado e confirmou, nesta terça-feira, o interesse de disputar a eleição.
– Serei candidato. Estou convencido que é preciso mudar completamente os princípios e as regras do jogo na Ucrânia, restabelecer a justiça – disse.

Vitali Klitschko está envolvido com a política desde 2005. Há dois anos o pugilista lidera um dos três partidos da oposição ucraniana com representação parlamentar. Ele ainda pediu que o Tribunal Penal Internacional de Haia que emita um mandado de prisão internacional para o presidente deposto.

Leia também:  Copa do Brasil é a meta de Pesso

– Apelamos ao Tribunal Penal Internacional que acuse os responsáveis por crimes contra a humanidade (…) e inicie uma perseguição a Viktor Ianoukovitch e a outros altos responsáveis que ordenaram ou executaram as ordens criminosas – afirmou.

O pugilista decidiu abrir mão do cinturão aos 42 anos. Até então, ele tinha 45 vitórias e duas derrotas na carreira. O Conselho Mundial de Boxe optou por nomeá-lo como “campeão emérito” da entidade, o que permite que Klitschko lute pelo cinturão, desafiando quem quer que seja seu sucessor, se um dia quiser voltar aos ringues.

A onda de manifestações na Ucrânia teve início depois que o governo do presidente Viktor Yanukovych desistiu de assinar, em 21 de novembro de 2013, um acordo de livre-comércio e associação política com a União Europeia (UE), alegando que decidiu buscar relações comerciais mais próximas com a Rússia.

Leia também:  União empata com o Luziânia

Os três meses de protestos, que se tornaram violentos em fevereiro de 2014, culminaram no dia 22 do mesmo mês na destituição do presidente Viktor Yanukovich pelo Parlamento e na determinação de eleições antecipadas em 25 de maio.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.