Dados do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), obtidos junto a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), apontam que o câncer deixou a 3ª colocação nos casos de óbitos para ocupar o 2º lugar na causa das mortes em Rondonópolis. Nesta terça-feira (04) é comemorado o Dia Mundial do Câncer.

A gerente do Departamento de Ações Programáticas da SMS, Eliane Ormund, observa que entre os anos de 2009 e 2012 a principal causa de morte eram externas e em 3ª colocação os vários tipos de câncer. Contudo até o momento no último ano esses resultados mudaram e as neoplasias malignas empataram na 2ª colocação com os problemas no aparelho circulatório, porém o levantamento para 2013 ainda não é conclusivo.

Leia também:  Município alerta sobre a prevenção contra a violência da primeira infância

Eliane observou que dos 116 óbitos por câncer registrado em 2012, a maioria foi por câncer no aparelho digestivo com 69 óbitos e 33 mortes por câncer do aparelho respiratório.

Porém a gerente ressaltou que no município são oferecidas uma vasta gama de diagnósticos e exames, para atender na prevenção e na doença, que dependendo do tipo e grau o paciente não necessita de sair do município.

CÂNCER NO BRASIL E MUNDO

A estimativa do Instituto Nacional do Câncer (Inca) é que este ano ainda surjam 576 mil novos registros, caso não haja uma mudança nos hábitos dos brasileiros.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) acredita que o número de novos casos de câncer deve aumentar 57% em 20 anos. Nas próximas duas décadas, a previsão é que haverá 22 milhões de diagnósticos. No período, as mortes por câncer, que atualmente chegam a 8,2 milhões por ano, devem chegar a 13 milhões.

Leia também:  No 1º semestre, aumenta os casos de sífilis em Rondonópolis

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.