Foto: arquivo/ AGORA MT
Vereador Roni Magnani – Foto: arquivo/ AGORA MT

 

Um espaço recreativo deve ser finalmente criado na área do antigo Centro Social Urbano (CSU), no Jardim Sumaré, em Rondonópolis. Isso porque os moradores e o vereador Roni Magnani (PP) estão cansados de ver o local abandonado há anos e decidiram manifestar de uma forma diferente.

Conforme o vereador, durante sua fala na tribuna da sessão ordinária desta quarta-feira (26), no local será construído quadras de areias e uma pista de Bike Cross. Os trabalhos devem ter início em dez dias.

“O espaço está sendo mal utilizado e os moradores reclamam frequentemente de pessoas que o utilizam para vandalismo, além disso, existe muito mato e sujeira que contribuem na proliferação de insetos. É um exemplo de boa iniciativa, mesmo sendo um dever do poder público atender as necessidades”, pontua o vereador.

Leia também:  Jogos da Juventude | 14 equipes representarão Rondonópolis na etapa regional

Ainda de acordo com Magnani, o terreno que é de propriedade do Estado já serviu de palanque para vários prefeitos, inclusive projetos foram criados em algumas gestões.

Além do vereador Roni Magnani, Lourisvaldo Manoel de Oliveira Fulô (PMDB) e Reginaldo Santos (PPS) também estão apoiando o manifesto.

Bairro

Outra cobrança feita pelo vereador Magnani foi a respeito das condições insatisfatórias nas ruas e estradas no município de Rondonópolis que tornam-se cada dia mais um empecilho para o desenvolvimento da cidade, uma vez que constituem a principal infraestrutura para o tráfego de bens e de pessoas.

O vereador destaca principalmente grandes problemas encontrados nos bairros Jardim Reis e Jardim das Flores. “Daqui uns dias o bairro Jardim das Flores vai ficar sem transporte que consiga passar pelo local. O cidadão não conseguir tirar o carro da garagem por problemas de infraestrutura, é uma vergonha” diz o Roni.

Leia também:  La Sofie | Conheça esse Espaço Empresarial

Magnani ainda ressalta que as cobranças pela pavimentação da cidade estão sendo feitas semanalmente, porém, não está havendo respostas. “Estamos apenas cobrando o básico, toda semana cobro e não vejo respostas nem resultados. Esse é o nosso papel, cobrar e reivindicar, o mínimo que temos que ter é uma resposta, pois iremos continuar cobrando e mostrando” finaliza o vereador.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.