A presidente Dilma Rousseff usou sua conta no Twitter para alertar sobre o perigo da exploração sexual durante o Carnaval e a Copa do Mundo. O Brasil, segundo Dilma, “está feliz em receber turistas que chegarão para a Copa, mas também está pronto para combater o turismo sexual”.

Para coibir estes casos, a presidente prometeu ações enérgicas. “O governo aumentará os esforços na prevenção da exploração sexual de crianças e adolescentes do Brasil”. O pronunciamento da presidente é uma resposta à polêmica campanha lançada pela Adidas, às vésperas da Copa.

Uma linha de camisetas da empresa apresenta mensagens de duplo sentido, com conotação sexual. Uma delas traz a frase “Lookin to score”, que pode ser traduzida por “em busca dos gols”. Mas também pode ser uma expressão que significa “pegar garotas”, uma vez que a estampa é um coração amarelo no formato de nádegas femininas com fio dental verde.

Leia também:  Inscrições para o Fies começam na terça

As imagens também causaram revolta na Embratur. De acordo com o presidente Flávio Dino, o fato atrapalha a organização da Copa do Mundo. “A gente luta para firmar uma imagem positiva do evento, e isso fortalece os discursos críticos à Copa. O problema é a apropriação disso e a deturpação do que pode ser a competição. Já comunicamos nossas agências espalhadas por 15 países para que façam a divulgação de que não aceitaremos isso de forma alguma”, disse o dirigente.

Depois do repúdio do governo brasileiro e de reclamações de consumidores nas redes sociais, a Adidas anunciou que não vai mais vender as camisetas comemorativas da Copa do Mundo que relacionavam o Brasil ao turismo sexual. A empresa disse que a camiseta fazia parte de uma edição limitada que só seria vendida nos Estados Unidos.

Leia também:  Caminhão com frango congelado tomba e população saqueia o alimento

Disque 100

A presidente Dilma, por sua vez, citou o Ministério do Turismo e as secretarias de Direitos Humanos e de Políticas para as Mulheres da Presidência e disse que os órgãos estão “firmes no combate à exploração sexual”. Segundo Dilma, denúncias envolvendo crianças e adolescentes devem ser feitas pelo Disque 100.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.