Quando Sebastian Vettel assegurou o tetracampeonato, no GP da Índia de 2013, celebrou fazendo “zerinhos” e largando o carro no meio da pista para escalar o alambrado e comemorar com a torcida (relembre no vídeo), voltando para os boxes a pé. Uma festa que levou ao delírio o público presente no Circuito Internacional de Buddh e encantou os fãs da Fórmula 1 ao redor do mundo. No entanto, a emoção do jovem alemão não amolecou o coração dos diretores de prova, que aplicaram uma advertência e uma multa de 25 mil euros à equipe RBR pela quebra de protocolo. Em tempos de uma F-1 mais regrada e pouco descontraída, a repreensão a uma comemoração espontânea de um campeão mundial foi alvo de muitas críticas dos fãs da categoria, que acharam a medida exagerada e desnecessária.

Leia também:  Luve vence fora de casa e escapa da degola

Os fiscais, porém, apenas cumpriram o artigo 43.3 do regulamento esportivo daquele ano, que determinava que “depois de receber o sinal de fim de corrida, todos os carros devem prosseguir diretamente para o parque fechado, sem qualquer atraso desnecessário, sem receber qualquer objeto e sem qualquer assistência (exceto dos fiscais, se necessário)”.

Nas corridas seguintes, já com o título garantido, Vettel repetiu religiosamente os “zerinhos” após cada vitória, mas diferentemente da prova anterior, levou o carro para o parque fechado. Nessas vezes, no entanto, a direção de prova fez vista grossa e não aplicou nenhuma sanção, apesar de poder ter enquadrado os casos como “atrasos desnecessários”.

Para esta temporada, porém, com o objetivo de evitar medidas impopulares como a descrita, a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) se preveniu e complementou o regulamento esportivo da F-1 para que tais comemorações não sejam mais passíveis de punição, desde que respeite quesitos como segurança, legalidade do carro e que não atrase a cerimônia do pódio.

Leia também:  Luve perde e está de volta à Zona da Degola

No regulamento completo da temporada 2014 da F-1, publicado neste mês no site oficial da entidade, é possível ver a inclusão do seguinte texto ao artigo 43.3, que faz referência também ao artigo 30.4, que determina que “sob nenhuma circunstância, um piloto pode parar seu carro na pista sem razão justificável”.

“Uma exceção do artigo 30.4 e do acima será feita ao piloto vencedor, que pode realizar um ato de celebração antes de chegar ao parque fechado, desde que tal ato:

a) seja realizado de forma segura e não ponha em risco outros pilotos ou qualquer funcionário
b) não coloque em dúvida a legalidade do seu carro
c) não atrase a cerimônia do pódio”

Leia também:  Cuiabá Arsenal faz vaquinha para viajar à semifinal no Nordeste

Trecho do Regulmaneto Esportivo da Fórmula 1 que permite comemorações após a prova (Foto: Reprodução)
Trecho do Regulmaneto Esportivo da Fórmula 1 que permite comemorações após a prova (Foto: Reprodução)

A abertura da temporada 2014 está marcada para o dia 16 de março, na Austrália. Agora é esperar para ver se o vencedor do primeiro GP do ano, seja Sebastian Vettel ou não, se utilizará do novo texto do regulamento para fazer a festa diante dos torcedores que comparecerem ao no circuito de Melbourne;

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.