Ao anunciar que a cidade de Curitiba será mantida como uma das 12 sedes da Copa do Mundo de 2014, o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, deu uma série de broncas na cidade.

A primeira ‘alfinetada’ foi no prefeito Gustavo Fruet, que revelou a confirmação da Arena da Baixada no Mundial antes da entrevista coletiva marcada pela Fifa para falar sobre o assunto.

– Bom, parece que esta será uma não-entrevista coletiva, porque o prefeito já falou sobre isso – afirmou Valcke.

Antes da entrevista, a confirmação também apareceu na conta do secretário-geral da Fifa no Twitter. O dirigente francês também falou sobre isso.

– Parece que eu não controlo minha conta no Twitter. Se dependesse de mim, não teria anunciado tão cedo.

Leia também:  Mais de mil policiais fazem operação para cumprir mandado de prisão no RJ

Jérôme Valcke ainda fez questão de deixar claro que os progressos no estádio só aconteceram porque a entidade pressionou os responsáveis pela obra. O dirigente também afirmou que a Fifa vai supervisionar as obras até sua conclusão, em 15 de maio.

– Nós estávamos muito insatisfeitos com o andamento do estádio. A obra agora andou muito, mas só porque nós pressionamos e colocamos nossa equipe no local. Uma equipe da Fifa e uma equipe do COL (Comitê Organizador Local) estão lá, e vão continuar lá, supervisionando toda a obra. Toda a gestão da construção será monitorada por nós.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.