Em entrevista a TV Record em Cuiabá, o senador Jayme Campos não escondeu a bronca com o grupo Mato Grosso Muito Mais, que reúne PDT, PSB, PPS e PV. Ele se sente preterido dentro das discussões do grupo que quer o DEM no palanque, mas sem o senador Jayme. Algo que lembra muito a estrategia do ex-prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio, que queria o PMDB, seu partido na época das eleições 2008, mas sem a presença do cacique-mor da legenda, Carlos Bezerra.

O grupo de apoio a candidatura de Taques claramente prefere Wellington e Serys ao democrata. 

Jayme agora cogita sair candidato ao governo do Estado. “Não vou brigar por vaga, não se pode subestimar o DEM, tenho capacidade de buscar meu espaço seja no Senado ou no Governo”.

Leia também:  Medeiros deve cancelar nota em restaurante de luxo
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.