Em janeiro, o mercado formal de trabalho brasileiro gerou 29.595 empregos formais, correspondendo a um crescimento de 0,07% em relação ao estoque de empregos de dezembro de 2013.

O Estado de Mato Grosso é responsável por 35% deste montante, com a geração de 10.264 postos de trabalho. As informações são do Cadastro-Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

Em termos setoriais, o setor agropecuário contribuiu com a criação de 5.665 postos de trabalho. Já a área de serviços, alavancou a criação de 1829 vagas, seguido pelo setor da construção civil que foi responsável por 1.655 dos empregos gerados.

Na opinião da secretária de Estado de Trabalho e Assistência Social, Roseli Barbosa, os dados revelam alta produtividade do Estado de Mato Grosso , tanto no campo, como nas cidades.

Leia também:  Confira as vagas de emprego desta segunda (21/08/17) em Rondonópolis

“A alta empregabilidade no Estado de Mato Grosso confirma o crescimento de Mato Grosso em todas as áreas, de forma que esse crescimento também atinge diretamente as classes trabalhadoras. Além de contribuirmos significativamente para o aumento do Produto Interno Bruto, Mato Grosso também é responsável pela geração de mais empregos”, observou a titular da Setas-MT.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.