Diretor Milton Rossetto - Foto: Aécio Morais / AGORA MT
Diretor Milton Rossetto – Foto: Aécio Morais / AGORA MT

Vários assuntos foram abordados durante a coletiva de imprensa realizada na manhã desta sexta-feira (21), pela concessionária Morro da Mesa responsável por cerca de 130 quilômetros da MT-130 que liga Rondonópolis a Primavera do Leste e por parte de MT-483 (Anel Viário). O diretor institucional, Milton Rossetto reconheceu a deficiência no trecho, mas alegou que a empresa foi enganada pelo Estado, que apresentou a realidade diferente da rodovia.

Para Milton Rosseto, o empreendimento é inviável, já que durante os 28 anos que terão de concessão, os lucros virão somente após os 20 anos de funcionamento. Pela proposta apresentada pelo o Governo o retorno viria em 13 anos.

“Mais de 200 milhões em investimentos estão previstos na rodovia e todo o dinheiro que foi arrecadado durante esses quase dois anos de funcionamento foram aplicados na conservação da estrada. A MT-130 tem um grande problema de drenagem e praticamente o que foi investido já se perdeu. Entendo que a rodovia não está 100%, mas estamos trabalhando para isso”, admite Rossetto.

Leia também:  Prefeitura apresenta balanço das ações em 2017

Conforme foi apresentado pelo diretor, diariamente passam de seis a sete mil veículos nas praças. Ele negou que o valor cobrado de R$ 6,5 seja abusivo e rebateu a proposta feita pelo Procon de R$ 5, inclusive criticando os manifestos feitos nas praças de pedágio

“O Procon tem feito seu trabalho, e nós temos apresentados estudos quanto a isso. Acho que os vereadores deveriam cuidar mais da área urbana, a estrada é de competência do Estado”, dispara.

Quanto aos trabalhadores rurais, Milton, afirma que Rondonópolis já recebeu em ISSQN da empresa cerca de R$ 1 milhão e que a Prefeitura pode fazer algum acordo pelos sitiantes, mas ao passar pela praça a tarifa tem que ser cobrada.

Leia também:  Dia D da vacinação antirrábica acontece neste sábado

“Sei que eles contribuem com o comércio no município, mas é injusto abrir só para eles e os de Poxoréu e de Primavera não”, finaliza.

No evento também foram apresentados os cronogramas para 2014 e 2015 e de acordo com a tabela, a rodovia estará em perfeitas condições ainda neste ano.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.