Treze municípios de Mato Grosso estão em situação de alerta por causa das chuvas. Seis já decretaram situação de emergência, cinco já iniciaram os estudos e outros dois ainda não acionaram a Defesa Civil, mas já apontam problemas graves. Segundo o coordenador da Defesa Civil do Estado, coronel do Corpo de Bombeiros Sérgio Delamônica, Santo Antônio do Leverger (34 km ao sul de Cuiabá) e Barra do Bugres (168 km ao Médio Norte) têm hoje as condições que merecem mais atenção. O número de famílias atingidas no Estado ainda não foi levantado.

Em Santo Antônio do Leverger, a Defesa Civil realizou ontem vistorias para auxiliar a população que mora em locais de risco e possibilitar o decreto de situação de emergência. De acordo com o órgão, são cerca de oito comunidades atingidas e a Prefeitura Municipal estima que entre 150 a 200 famílias estejam ilhadas. Em Barra do Bugres, o rio Paraguai chegou a 6,8 metros acima do nível normal e, de acordo com a Prefeitura, 9 comunidades estão isoladas. A Defesa Civil do Estado esteve na região no domingo (23) para realizar um levantamento das áreas e pessoas atingidas que servirá como base para decretar situação de emergência. A Defesa Civil afirma que são cerca de 300 famílias desalojadas no município, que já recebeu auxílio com doação de colchões e receberá cestas-básicas.

Leia também:  Detran realiza força tarefa e atende público das 9h às 17h

Mais de 500 alunos, apenas da rede municipal, estão sem aulas por causa das condições das estradas. Segundo a Prefeitura de Barra do Bugres, várias famílias já deixaram suas casas e outras estão abrigadas na igreja católica da cidade.

Crítico –  Sorriso ainda não pediu auxílio da Defesa Civil, mas pode decretar situação de emergência nos próximos dias, assim como Barra do Garças (509 km a Leste). Representantes de sindicatos se reuniram ontem com a prefeitura para decidir a situação. Na região barragens cederam, pontes foram destruídas e comunidades estão ilhadas por causa das condições das estradas.

Emergência – já decretaram situação de emergência Alto Paraguai, Terra Nova do Norte, Pontal do Araguaia, Confresa, Santa Cruz do Xingu e Santa Terezinha. A Defesa Civil fez vistoria para decretar situação de emergência em Nova Maringá, Barra do Bugres, Brasnorte, Santo Antônio do Leverger e Porto Esperidião e aguarda contato de Sorriso e Barra do Garças.

Leia também:  Fórum Sindical pede para MPE afastamento de deputados delatados
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.