Chegando à décima temporada ininterrupta de concertos, a Orquestra do Estado de Mato Grosso expande as fronteiras para além dos limites nacionais. Figurar no Anuário Viva Música! 2013 como uma das dez mais representativas orquestras brasileiras – em levantamento sobre a atividade orquestral no país – trouxe ainda mais visibilidade e um convites especiais.

Além de transitar pelo território mato-grossense e nacional – com uma apresentação marcada para abril, no Auditório do Ibirapuera (SP) -, a Orquestra é convidada para levar seu “case” a Viena, na Áustria, no “Classical: Next”, um encontro que reúne os principais profissionais da cadeia produtiva do ‘clássico’, com o objetivo de expor sua trajetória ao conhecimento internacional. “Lá estaremos para falar da OEMT, falar de Mato Grosso e mostrar o trabalho desenvolvido aqui na última década, motivo de orgulho e inspiração para tantos brasileiros”, destaca o diretor artístico e maestro, Leandro Carvalho.

Empenhada ainda pela universalização da música de concerto em Mato Grosso, a Temporada 2014 segue sua trajetória do teatro para a escola e da escola para o teatro, na tradicional série de Concertos Didáticos que atenderá mais 30 instituições de ensino. A obra de Manuel de Falla, O Retábulo do Mestre Pedro, criada a partir do clássico Don Quixote de la Mancha, de Miguel de Cervantes, norteará os Concertos Didáticos este ano e terá novamente a participação do ator Sandro Lucose, do Teatro Mosaico.

Leia também:  Alto Taquari | Controlador Interno é afastado de cargo e pode ser condenado por improbidade administrativa

A série de Concertos Oficiais, realizada regularmente no Cine Teatro Cuiabá, continuará trazendo a Mato Grosso grandes solistas e maestros convidados para a apresentação de repertórios diversificados e criativo. Na abertura da temporada, dias 14 e 15 de março, o grande violonista Yamandu Costa se junta à OEMT para a estreia do seu Concerto de Fronteira, uma obra inédita comissionada pela Orquestra especialmente para a ocasião. Outros nomes de destaque como mestre violeiro Ivan Vilela, o violinista Oliver Yatsugafo e o maestro Miguel Campos Neto também farão partes dos concertos deste ano.

Os Concertos Oficiais, realizados no Cine Teatro Cuiabá, em 2014 apresentarão  programas (repertórios), com direito a estreia de uma composição que reverencia a tradição oral musical dos cururueiros, escrita pelo compositor Danilo Guanais para orquestra e coro masculino. A temporada também destaca personagens da música mato-grossense como Vicente dos Santos, resultado do trabalho de investigação e pesquisa sobre a música de Mato Grosso. São poucos os registros sobre a vida e a obra deste e outros compositores. Ano após ano, a Orquestra vem realizando uma espécie de “revival” de importantes personagens da tradição musical de Mato Gross – caso de José Agnello Ribeiro, Tote Garcia, Mestre Albertino, Levino Conceição e agora, Vicente dos Santos -, recuperando parte importante da memória musical do Estado.

Leia também:  Fies divulga resultado do segundo semestre de 2017

A série de Oficiais também prestará homenagem aos 100 anos do compositor polonês Andrzej Panufnik, apresentando o Concertino para tímpano, percussão e cordas, apresentará obra fundamentais do repertório erudito, como a Sinfonia de Câmara de Dmitry Shostakovich, a Serenata de Edward Elgar, Idilio de Siegfried de Richard Wagner e a Serenata de Antonín Dvořák.

A Orquestra comemora a parceria com o selo Kuarup, responsável por um dos mais ricos acervos de música brasileira, para lançar o CD “Calidoscopio” – com recriações da obre do mineiro Flausino Vale -, gravado em 2011 com os solistas Emmanuele Baldini e Roberto Correa, e relançar os discos anteriores. As gravações seguem este ano com dois novos discos, um com Yamandu Costa, que será realizado em março, logo após os Concertos Oficiais, e outro com Ivan Vilela, a ser gravado após os concerto de encerramento da Temporada 2014.

Leia também:  Ministério Público de Mato Grosso é o mais premiado do país

Este ano, a Orquestra do Estado de Mato Grosso continua o diálogo com outras artes. Nomes importantes da fotografia brasileira contribuíram com o “Programa de Concerto 2014” e terão suas imagens expostas no foyer do Cine Teatro. Imagens de Rai Reis, José Medeiros e Izan Petterle retratam o cotidiano, as belezas naturais e a cultura popular do Estado, dialogando com os repertórios da série de Concertos Oficiais.

A Orquestra do Estado de Mato Grosso é uma realização do Governo do Estado de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Cultura. Suas três principais séries de concertos  – Oficiais, Didáticos e Populares – são realizadas em conjunto com o Ministério da Cultura, por meio da Lei de Incentivo a Cultura e têm os patrocínios Do Instituto Votorantim, Votorantim Cimentos, Agro Amazônia e Agro Amazônia John Deere. Para a realização da Temporada 2013 a Orquestra tem ainda o apoio cultural da TV Centro América, Amazon Plaza Hotel, Fisk Inglês e Espanhol, Localiza e Soul Propaganda.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.